40º Portugal Fashion: de Lisboa para o Porto

40º Portugal Fashion: de Lisboa para o Porto

Depois dos quatro desfiles em Lisboa (Pedro Pedro, Alexandra Moura, Alves/Gonçalves e TM Collection), o 40.º Portugal Fashion prossegue no Porto, hoje, 23 de março, com as propostas dos jovens designers do projeto Bloom, no Palácio dos CTT. No dia seguinte, 24, o ambiente austero do Centro Português de Fotografia serve de cenário ao desfile de Katty Xiomara. Seguem-se nesse dia e no dia subsequente, 25, os desfiles de outros nomes consagrados da moda portuguesa, como Anabela Baldaque, Carlos Gil, Diogo Miranda, Luís Buchinho, Luís Onofre, Miguel Vieira e Nuno Baltazar.

Entre os criadores emergentes, alguns com passagem anterior pelo Bloom, participam nesta 40.ª edição Estelita Mendonça, Hugo Costa, Sara Pontes e Susana Bettencourt. Vão também ser apresentadas as coleções de pronto-a-vestir de Ana Sousa, da Dielmar, da Lion of Porches, de Micaela Oliveira e da Pé de Chumbo. O calçado terá, como habitualmente, o seu desfile coletivo, juntando seis marcas de prestígio: Ambitious, Dkode, Fly London, JJ Heitor Shoes, J. Reinaldo e Nobrand.

Pedro Pedro inaugurou os 31 desfiles do 40º Portugal fashion
Pedro Pedro inaugurou os 31 desfiles do 40º Portugal fashion

Para os quatro dias do 40.º Portugal Fashion (22 a 25 de março), foram programados 31 desfiles de moda, envolvendo 15 criadores, seis marcas de vestuário, seis marcas de calçado e dez jovens designers e uma marca. Há ainda a acrescentar dois eventos paralelos com o apoio do Portugal Fashion: a apresentação da coleção dos Storytailors, realizada no dia 22, no atelier da dupla, em Lisboa, e a instalação denominada MOBIL(IZE) com coordenados da nova coleção de Júlio Torcato.

A instalação de Júlio Torcato vai manter-se permanentemente na Alfândega do Porto, nos dias 24 e 25. Está ainda previsto um evento oficial de apresentação e celebração da nova coleção do criador, às 21h30 do dia 25, que será aberto à imprensa e a convidados. Refira-se, a propósito, que Júlio Torcato acaba de inaugurar uma loja na baixa do Porto em conjunto com a filha, Inês Torcato, que participa nos desfiles do projeto Bloom.

«O Portugal Fashion está a dar novos passos no seu trajeto de sucesso. À semelhança do que acontece noutros grandes eventos de moda internacionais, há a necessidade de apoiar eventos paralelos ao calendário oficial para promover criadores e marcas que, por razões diversas, não podem figurar no programa de desfiles. É o que acontece, nesta edição, com os Storytailors e com Júlio Torcato, cujas novas coleções são apresentadas em eventos apoiados pelo Portugal Fashion», explica o presidente da ANJE, Adelino Costa Matos.

Destaque ainda para a inauguração, às 11h00 do dia 24, no Centro Português de Fotografia (CPF), no Porto, da exposição “Anatomia do Tempo – Memories Revisited – NIGHT, FASHION & FANTASY”, organizada por Katty Xiomara em conjunto com fotógrafos de moda nacionais.

Trata-se, como o nome indica, de fotografias alusivas ao mundo da moda, que vão ficar expostas, até 23 de abril, no edifício que a criadora escolheu como cenário para o seu desfile no 40.º Portugal Fashion.

Na génese da exposição está o desafio lançado a oito fotógrafos (Aloísio Brito, Ana Luísa Silva, Carlos Teixeira, Cassiano Ferraz, Frederico Martins, Mário Príncipe, Ricardo Santos e Victor Hugo) de recriar cada um deles uma fotografia antiga do CPF, tendo como inspiração o universo místico evocado na nova coleção de Katty Xiomara, “El toro enamorado de la luna” (ver descrição mais à frente).

A criadora luso-venezuelana está envolvida numa outra ação no âmbito do 40.º Portugal Fashion, desta feita de cariz social. A partir de uma criação de Katty Xiomara, a Desistart, empresa portuguesa de tapeçarias de luxo, produziu uma tapeçaria de grandes dimensões (200×400 cm e 50 kg) que ornamentará a passerelle aquando da apresentação da nova coleção da criadora. Após o desfile, a tapeçaria será leiloada e o produto da venda reverterá a favor de uma instituição de solidariedade social.

Programa diversificado, equilibrado e atrativo

O Porto é a última etapa de um ciclo de apresentações das coleções Outono-Inverno 2017-18, que passou por Nova Iorque, Londres, Paris, Milão e Lisboa. Para o recém-eleito presidente da Direção Nacional da ANJE, entidade organizadora do evento, «é de facto um privilégio poder assistir ao 40.º Portugal Fashion, depois da qualidade dos nossos criadores e marcas ter sido, uma vez mais, amplamente reconhecida nos principais circuitos da moda mundial, como Nova Iorque, Londres, Paris e Milão.

O público especializado e não especializado nacional poderá constatar, nesta edição, o momento particularmente vibrante da moda portuguesa, assistindo a desfiles que juntam criações de autor, linhas comerciais, propostas de jovens designers e coleções de calçado. Trata-se de um programa de desfiles diversificado, equilibrado e atrativo e que por isso dignifica os 20 anos de história do Portugal Fashion», conclui Adelino Costa Matos.

Uma das criadoras integradas nas últimas ações de internacionalização do Portugal Fashion, com presença na Semana de Moda de Nova Iorque, foi Katty Xiomara, que leva agora ao CPF a coleção “El toro enamorado de la luna”. Inspirada no «universo misterioso da floresta e das suas criaturas», a coleção reúne peças com formas limpas e depuradas, mas de volume ondulante e natural. «Os tecidos são ricos e com textura, uns leves e fluídos, outros estruturados e compactos», surgindo «delineados por jacquards e estampados, docemente articulados com rendas e bordados». Nas cores, «o tom frio do azul noite tocado pela luz e pela sombra contrasta com os tons quentes das madeiras e folhas».

Também no dia 24, um dos mais promissores designers de moda portugueses, Estelita Mendonça, revela uma coleção em que os materiais aplicados são, na sua maioria, reciclados. «As capas-cobertores são feitas a partir de desperdícios de algodão, geralmente utilizados durante mudanças e renovações de casas, e os sacos-cama são reprocessados [a partir da junção de vários materiais], transmitindo, simultaneamente, a ideia de movimento e de viagem». A silhueta «aproxima-se do street style, numa versão mais descontraída e livre».

Outra jovem criadora que vem consolidando o seu trabalho e ganhando notoriedade no mundo da moda é Susana Bettencourt, cujo desfile vai ter lugar no dia 24. Com o título “Wear’art”, a nova coleção da criadora de origem açoriana reúne «quadros de jacquard compostos por texturas, pixelizadas e riscadas, em contraste com uma geometria angular». Uma vez mais, Susana Bettencourt demonstra uma especial competência para cruzar, intercetar e fundir tecnologia e artesanato, através de peças de malha feitas à mão. Nesta coleção, a criadora «defende a arte na moda, mesmo com a nova dinâmica e perceção destruídas pela fast fashion».

O programa do dia 24 termina com os sempre muito aguardados desfiles de Luís Onofre e Carlos Gil. O primeiro apresenta a coleção “Solid Rock”, em que «os sapatos femininos relembram a monumentalidade das catedrais e os masculinos inspiram-se na ousadia do rock». Avultam os metais e pedras Swarovski, bem como correntes, tachas e outros acessórios metálicos dos anos 70. Já Carlos Gil, que participou na última edição da Milano Moda Donna, revela a coleção “Magic Tale”, que é inspirada no mundo das crianças. O criador «reproduz estampados com motivos infantis depurados e aplicações acrílicas que se misturam com padrões geométricos».

Fonte: Portugal Fashion
Fotos: Ugo Camera
Sem comentários ainda

Comentários estão encerrados