A prática (prejudicial) sexual de Demi Moore e Ashton Kutcher

A prática (prejudicial) sexual de Demi Moore e Ashton Kutcher

A prática (prejudicial) sexual de Demi Moore e Ashton Kutcher

A actriz teria concordado em fazer coisas que ela diz que se arrepende hoje, sendo que uma delas em particular prejudicou a sua relação.

No seu livro de memórias Inside Out, Demi Moore decidiu contar como foi o relacionamento com o seu ex-marido Ashton Kutcher, cujo casamento parece ter sido tudo menos idílico.

Juntos, formaram um dos casais mais comentados de Hollywood, não apenas pelos quinze anos de diferença que os separavam, mas também pelo carinho público que expressavam. Depois de se conhecerem em 2003, casaram-se dois anos depois e logo tentaram ser pais. No entanto, quando a actriz conseguiu engravidar, perdeu o bebé e os problemas começaram.

De acordo com Moore no seu livro, Kutcher, então com vinte e poucos anos, gostava de sair e experimentar coisas novas. Com a intenção de o satisfazer, a actriz teria concordado em fazer coisas que diz se arrepende hoje, especialmente no que diz respeito a certos pedidos sexuais.

“Eu concordei em fazer um trio em duas ocasiões, o que longe de ser positivo para o casal foi o começo do fim do relacionamento. Foi um erro e foi a desculpa perfeita que Kutcher usou para fazer sexo com outras mulheres ”, diz a actriz.

A prática (prejudicial) sexual de Demi Moore e Ashton Kutcher

A ex e Bruce Willis explica que, algum tempo depois, soube pela capa da revista Star em 2010 que o seu marido teve um relacionamento com Brittney Jones. O casal teria-se conhecido durante o aniversário de Rumer, filha de Moore.

Segundo Demi Moore, Kutcher teve outro caso com Sara Leal, do qual se apercebeu através de um alerta do Google. Ashton teria-se justificado alegando que, porque fizeram trios com outras pessoas fora do relacionamento, se sentiu livre para o fazer.

O casal separou-se em 2011 e divorciou-se dois anos depois. Os anos seguintes da actriz foram atormentados por festas e relacionamentos esporádicos com homens mais jovens.

Imagens: divulgação A prática (prejudicial) sexual de Demi Moore e Ashton Kutcher .  .
Sem comentários ainda

Comentários estão encerrados