Acabará a verdadeira beleza num concurso de beleza?

Acabará a beleza num concurso de beleza?

Acabará a beleza num concurso de beleza?

O anúncio para eliminar o desfile em traje de banho no concurso Miss América reabre o debate sobre este tipo de eventos.

Ao entrar no site Miss América, um dos concursos de beleza com mais raízes nos Estados Unidos (pese que durante anos apenas mulheres brancas podiam participar), aparece uma janela na qual se pode ler «Miss Estados Unidos 2.0. Em breve: novo site…».

É o primeiro indício de que algo está a mudar num concurso que as feministas não conseguiram abolir gritando “Liberdade!” em 1968, mas deu uma reviravolta desde que anunciaram eliminar o desfile em trajes de banho. A reforma, que entrará em vigor no concurso que será realizado em Setembro a nível de todo o país, é mais uma mudança dos muitas provocadas em diferentes áreas pelo movimento #MeToo. Também parece mostrar os ventos da mudança que chegam com a ex-Miss América Gretchen Carlson, que assumiu o concurso após a saída do ex-CEO San Haskell, que foi expulso.

Acabará a beleza num concurso de beleza?

Acabará a beleza num concurso de beleza?

Mas a mudança também abre o debate sobre concursos de beleza e em medidas tais como a remoção do fato de banho, porque, afinal, são eventos onde se julga isso: a beleza e onde o objectivo de muitas mulheres ou homens, no caso dos concursos de míster, é dar o salto ao mundo da moda como modelos. As jovens que vêm para estes eventos, na sua maioria, visam principalmente trabalhar na moda e esta é uma maneira de se catapultar nesse mundo. Acabará a beleza num concurso de beleza?

Na minha opinião, o limite neste tipo de eventos é a liberdade pessoal, cada uma das jovens tem que estar confortável com o que faz. Quando não estão, têm que parar. Esse é o limite. Porque convenhamos: no futuro, quando chamadas para uma firma como a Calzedonia ou Victoria’s Secret dirão “não”?O que a mulher faz com u fato de banho ou biquíni diz que vai depender de marcas que estejam interessadas em mostrar as suas peças.

Este evento vai além de um mero concurso de beleza porque, sob o lema beleza para um propósito, as candidatas têm que apresentar um projecto social.

Pessoalmente apelo para a liberdade individual e digo que, embora por trás de alguns destes eventos há situações que nunca me agradaram. Mas respeito a sua existência e o facto das pessoas irem fazendo isso com liberdade, que o tratamento entre homens-mulheres seja o mesmo e tudo se desenvolva de forma transparente.

Ana Tavares

Imagens: divulgação Acabará a beleza num concurso de beleza? Acabará a beleza num concurso de beleza? :




Sem comentários ainda

Comentários estão encerrados

Tendências Online Portugal Shopping Online Ignorar

Copy Protected by Chetan's WP-Copyprotect.