AEP cria projeto Portugal Digital Export apoiando PME

AEP cria projeto Portugal Digital Export apoiando PME

AEP cria projeto Portugal Digital Export apoiando PME

Apoiar ativamente a internacionalização das PME portuguesas, incentivando-as a apostar no desenvolvimento internacional através dos canais digitais foi o principal objetivo da AEP ao criar o projeto Portugal Digital Export que termina este mês de abril

É precisamente na altura em que mais valorizamos as ferramentas digitais, seja para nos permitir trabalhar de casa ou reinventar negócios, que termina o projeto da AEP – Portugal Digital Export. Durante dois anos, este projeto, através de uma série de ações, apoiou ativamente a internacionalização das PME portuguesas, incentivando-as a apostar no desenvolvimento internacional e dotando-as das ferramentas necessárias para responder de forma eficaz aos desafios e oportunidades da economia digital, levando a um aumento das exportações e melhoraria da imagem nacional nos mercados externos.

O Portugal Digital Export inclui uma série de atividades das quais se destacam o projeto Digital Awards by AEP, um concurso que em novembro passado distinguiu as PME com as melhores práticas de internacionalização no domínio digital e que responderam a um conjunto de critérios previamente definidos, destacando assim os melhores exemplos de inovação digital em Portugal. Ao todo, participaram 24 empresas mas foi a Filigrana Portuguesa a grande vencedora ao ganhar o BEST PORTUGAL DIGITAL EXPORT, o prémio principal que lhe trouxe o reconhecimento e motivação para levar este projeto a mercados internacionais.

A sua Farmácia Online, Friendly Fire, LUC, Maria do Mar, Nanai, OIA Design, Oniris e Portugal Nosso foram as outras PME finalistas. Os prémios atribuídos às empresas finalistas e que incluíram um prémio monetário, consultoria, vouchers de viagens, formação e apoio efetivo ao negócio foram da responsabilidade dos parceiros VTEX, TAP e CESAE.

Estas empresas foram ainda distinguidas como tendo as melhores práticas no que respeita aos canais digitais e tiveram a oportunidade de participar na campanha de promoção internacional – #pickportugal – que decorreu em 5 mercados externos: Alemanha, EUA, Reino Unido, Espanha e Macau -, representando casos de sucesso e exemplos de boas práticas no que se refere à utilização de ferramentas digitais com vista à internacionalização. Para Luís Miguel Ribeiro, presidente da AEP «a hashtag #pickportugal passa exatamente a mensagem que queremos – escolha Portugal, sem margem para dúvidas. Achamos que estando a fazer uma campanha direcionada para os canais digitais fazia sentido associar um #hashtag que identificasse facilmente o que Portugal tem para oferecer. E, na hora de escolher – #pickportugal, tão simples quanto isso.» No entanto, a intenção é que todas as empresas que têm presença online beneficiem desta campanha, «que tem como principal objetivo mostrar que Portugal faz bem e que também está na vanguarda da inovação digital», acrescenta.

Para além destas ações, o Portugal Digital Export integrou ainda Missões de prospeção a players internacionais em 5 mercados – Singapura, Chicago, Berlim, Reino Unido e Bélgica -, tendo como principal objetivo identificar as melhores práticas para a transformação digital e identificar parceiros e mentores internacionais que levaram a protocolos de cooperação com a AEP no sentido de apoiar as PME portuguesas no seu trabalho nestes mercados internacionais.

Para além das missões internacionais o Portugal Digital Export disponibilizou ainda um Estudo de Mercado sobre o consumo online e um Seminário sobre a “A Internacionalização online – Tecnologias e Tendências”. Este seminário serviu de palco para a divulgação do anterior estudo e como estratégia de motivação para que as PME portuguesas abracem a necessidade de uma mudança do paradigma de abordagem a mercados internacionais. Um estudo que já registou cerca de 1800 downloads, mostrando bem a sua importância para as PME nacionais.

No âmbito do projeto foram ainda disponibilizados 8 e-Books sobre o mundo e estratégia online para ajudar todas as empresas interessadas a evoluir o seu negócio. Os e-books abordam temas como “Transformação Digital – Políticas e Procedimento Internos”; Adaptação Legal e Normativa para a Internacionalização na Era Digital”, Plano de Marketing e de Comunicação Online de Suporte à Internacionalização”; “Redes de Comercialização para a Internacionalização na Era Digital”; “E-Commerce e Venda de Produtos e Serviços Através de Canais Digitais”; “Influenciadores Online e Estratégias”; “Social Media Marketing” e “Digital Branding: Adaptar a Marca ao Ambiente Digital” que se mantêm disponíveis no site do projeto e que já registaram cerca de 2000 downloads no total.

Para além dos e-books o Portugal Digital Export realizou ainda 12 workshops distribuídos por vários pontos do país – Matosinhos, Famalicão, Viseu e Évora -, com foco no debate e partilha de ideias sobre negócios e exportações via digital, contando com cerca de 500 participantes.

No âmbito deste projeto foi ainda disponibilizada uma ferramenta de autodiagnóstico que pode ser usada em qualquer momento e que permite aferir o potencial de internacionalização das empresas ao nível digital. O principal objetivo desta ferramenta é contribuir para a reflexão sobre a estratégia de internacionalização implementada e em curso ou mesmo a implementar.

Ao longo deste ano, e com o decorrer das mais diversas ações potenciadas pelo Portugal Digital Export, a AEP não só apoiou PME´s a melhorarem o seu negócio como, na sua globalidade, incentivou a transformação digital, a adoção de estratégias atuais e digitais e potenciou o nome dos produtos portugueses nos mercados externos.

O site do projeto continua com informação disponível sobre a temática com vista a informar o público interessado na área, muni-lo de informação e estudos relevantes e contribuir para uma maior capacitação das PME’s portuguesas.

Imagens: divulgação AEP cria projeto Portugal Digital Export apoiando PME . .
Sem comentários ainda

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será divulgado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.