Afinal, quem veste Melania Trump?

Afinal, quem veste Melania Trump?

Depois de muita controvérsia, Ralph Lauren foi o nome escolhido, confirmou uma representante de Melania Trump ao site WWD.

Criticado por muitos, estes dias, os olhos em todo o mundo estão postos naquele que se tornou o número um dos Estados Unidos, de seu nome Donald Trump.

Ralph Lauren
Ralph Lauren

Também para Melania Trump a tarefa complicou-se na altura de eleger que estilista passaria a ter a honra de vestir aquela que atualmente é, primeira-dama da América. Muitos foram os estilistas que se recusaram a representar esse papel, entre eles, se destaca nomes como Tom Ford ou Marc Jacobs, estilistas de renome internacional.

Ford tem sido, talvez, o que mais se tem ouvido a falar, depois de ter vindo a público dizer que  “Quem quer que seja Presidente, ou Primeira Dama, deveria vestir roupas que sejam acessíveis para a maior parte da população americana, e que sejam fabricadas no país. As minhas peças são feitas em Itália, e são muito, muito caras. Não acho que a maior parte das mulheres e homens do nosso país se relacionem com isso, e penso que a Primeira dama ou o Presidente deveriam representar toda a gente”.

Tom Ford
Tom Ford

Donald Trump não tardou na sua resposta e numa entrevista ao programa Fox & Friends, deixou claro que a sua esposa  “nunca pediu [ para vestir] Tom Ford, não gosta de Tom Ford, não gosta das suas criações”, e que ele próprio não é fã do designer, nem nunca foi.

Ainda assim, houve sempre estilistas, também eles de grande renome internacional, que se chegaram à frente e deram a cara afirmando o seu interesse naquela que é, nos próximos 4 anos, a cara feminina da Casa Branca.

Trump

Depois de Stefano Gabbana ter apoiado Trump no Instagram,  Ralph Lauren, Karl Lagerfeld (sinónimo de Chanel e Fendi) e Carolina Herrera admitiram não ter qualquer problema em vestir  Melania Trump. Vera Wang chegou mesmo a dizer que a primeira-dama “é uma mulher muito bonita e acho que qualquer designer deveria sentir-se orgulhoso em vesti-la.”

Mas foi mesmo Ralph Lauren, o eleito que obteve o privilégio de  a primeira-dama na cerimónia de tomada de posse, no passado dia 20 de Janeiro.

Elisa Campos
Sem comentários ainda

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será divulgado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.