Até que ponto dói perder a virgindade?

Até que ponto dói perder a virgindade?

Muito provavelmente a grande interrogação e dúvida de muitas mulheres quando se trata do rompimento do hímen. A dor é muito pessoal e varia de pessoa para pessoa. Sendo assim, para algumas mulheres, a perda da virgindade dói bastante. Já para outras, nem tanto.

Isto porque o rompimento do hímen não acontece somente com a penetração do pénis. O rompimento pode acontecer nos preliminares sexuais, na masturbação (visto que os dedos têm grande espessura) ou com uso de tampões.

O que fazer para doer menos?

Não existe propriamente uma fórmula que faça com que a perda da virgindade seja menos dolorosa. Há pessoas nas que o rompimento acontece uma única vez. Outras precisam de mais do que uma tentativa.

Como vou saber se estou pronta?

Muitas mulheres sonham com o momento perfeito para perder a virgindade. Algumas imaginam-se com um amor romântico, entre flores e um jantar à luz das velas.

Mas, muitas vezes, a realidade será outra. Nunca se pode adivinhar o que realmente vai acontecer. No entanto, quando quiseres perder a virgindade, saberás se estás realmente pronta ou não, porque, apesar da insegurança que todas as mulheres têm, terás vontade de dar continuidade e, após a relação, sentir-te-ás melhor.

Tipos de hímen
Anular

É o mais comum entre as mulheres e tem apenas um furo no meio, facilitando o rompimento.

Complacente

Tem a película grossa de difícil rompimento. Ou seja, tu sentirás sempre um pequeno incomodo ao ter relações sexuais. Ele só é totalmente rompido durante o parto normal.

Cribriforme

Tem diversos furos que facilitam a passagem da menstruação.

Septado

Esse tipo de hímen tem uma pele no meio de fácil rompimento.

Quando rompe o hímen, sangra?

Como citado acima, nem todos os hímenes têm um difícil rompimento. Logo, sangrar acontece em poucos casos.

Até que ponto dói perder a virgindade?
Tenho de me depilar?

Os pelos púbicos servem para proteger a área de possíveis infecções e bactérias. Por isso, a depilação é opcional. Há quem goste de tirar todos os pelos, assim como outras que gostam de apenas aparar.

Não existe uma regra específica. Cada caso é um caso.

Preciso de ir ao ginecologista?

O acompanhamento pelo ginecologista é importante para tratar da tua saúde sexual. Exames de rotina, como prevenção e ecografias, são muito importantes para te manteres saudável.

Além disso, o ginecologista poderá indicar o melhor anticoncepcional, o que melhor se adaptará ao teu organismo sem prejudicar o desenvolvimento do teu corpo. Em hipótese alguma te automediques ou uses anticoncepcionais sem prescrições médicas – como o da tua amiga.

Vou sentir prazer na minha primeira vez?

Algumas mulheres sentem prazer na primeira vez, mas a maioria sente apenas um desconforto. Isso dá-se pelo rompimento do hímen que, nalgumas mulheres, fica mais latente do que noutras. O prazer na relação sexual pode vir somente da terceira vez em diante.

Tenho de usar preservativo?

Sempre. Isso porque, para além de prevenir a gravidez, o preservativo evita a transmissão de doenças, como HIV, herpes, sífilis, clamídia e gonorreia.

A transmissão de doenças é cada vez maior entre os jovens de 16 e 25 anos. A relação sexual só é boa quando é feita de forma segura e que não ofereça riscos à saúde.

Sê consciente e responsável.

Sem comentários ainda

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será divulgado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.