Celulite – a maior inimiga da mulher

Celulite – a maior inimiga da mulher

Celulite - a maior inimiga da mulher

A celulite é uma condição característica feminina, já que está intimamente ligada à produção do hormônio estrógeno, responsável pelo corpo curvilíneo e atraente das mulheres, mas também culpado pela retenção de líquido e formação de traves que aprisionam a gordura em torno dos quadris e das coxas, configurando a temível pele em casca de laranja!

Quanto mais feminino for o corpo da mulher, com cintura fina, quadris cheios, coxas generosas, enfim, o tipo de mulher que faz os homens olharem na rua, mais propenso à celulite é esse corpo. Lei da compensação divina? Talvez. Mas as armas para a combater existem e não são poucas.

Os dermatologistas já receitam, há muito tempo, cremes que podem ser aplicados diariamente, com massagens circulares durante dois minutos. Esses cosméticos contêm substâncias potentes, que podem ajudar bastante. Os mais eficientes contêm na sua fórmula Oxandrolona, Cafeína, Triac, Thiomucase, Hialuronidase, Iodeto de Potássio, Triodotironina, Aminofilina.

Recentemente surgiram novos ingredientes, como Amarashape, Nanosferas de CLA Remoduline, que também têm contribuído com bons resultados. Cápsulas de Asiaticoside e suplementos de gelatina e colágeno podem drenar os líquidos retidos e dar mais firmeza à pele, respectivamente.

Métodos como a Intradermoterapia – as injecções com verdadeiros “cocktails” de substâncias semelhantes às que estão dentro dos potes de cremes para celulite também surtem efeito, assim como a massagem vigorosa, a drenagem linfática e a musculação. Esta modalidade de exercício é excelente e pode “acabar” com a celulite inicial em pouco tempo, por isso vale a pena vencer a preguiça! E as massagens vigorosas, feitas por massagistas, mobilizam o tecido gorduroso e aumentam a irrigação sanguínea local.

Avanços da medicina

Mas o grande avanço nesta área foi o surgimento do Accent, um equipamento sofisticado que emite radiofrequência, aquecendo os tecidos subcutâneos, sem queimar a pele. O calor “queima” a celulite, elimina a gordura e promove grande produção de colágeno, dissolvendo os nódulos uniformizando tudo, deixando coxas e nádegas bem mais lisas e firmes. Os resultados já aparecem ao fim de cinco sessões, espaçadas a cada oito dias aproximadamente. Outra vantagem é que ninguém percebe que alguém se está a submeter ao tratamento, uma vez que a pele não fica marcada e não há necessidade de se interromper nenhuma actividade, podendo ser feito mesmo no verão!

Imagens: divulgação Celulite – a maior inimiga da mulher . .
Sem comentários ainda

Comentários estão encerrados