Comitiva nacional apresenta–se optimista na Fabric Days

Comitiva nacional apresenta–se optimista na Fabric Days

Comitiva nacional apresenta–se optimista na Fabric Days

O mês de setembro fica marcado pela tentativa de regresso à normalidade das têxteis nacionais que se apresentarão de 1 a 3 de setembro em Munique, na Fabric Days, uma versão especial e concentrada da Munich Fabric Start. “HOPETIMISM” é o tema da feira, em tudo compatível com o espírito que a comitiva nacional levará para a Alemanha. ALBANO MORGADO – FITECOM –– MODELMALHAS – SANMARTIN – TROFICOLOR Albano Morgado, Fitecom, Modelmalhas, SanMartin e Troficolor integram a comitiva FROM PORTUGAL com stand individual, às quais se juntam Paulo de Oliveira, Tessimax e Somelos Portugal, que marcará presença em Munique, de 1 a 3 de setembro, na Fabric Days.

Esta é a primeira feira de matérias-primas pós-pandemia e por isso as expectativas são muitas para a comitiva portuguesa. Há já alguns anos que a Selectiva Moda (ASM) apresenta em cada edição um Fórum com vista à demonstração da excelência do sector têxtil português e neste edição da feira, apesar de a maioria das empresas ter decidido não expor fisicamente, a estratégia da ASM foi de manter e reforçar este Fórum From Portugal que no sector das matérias-primas conta com 6dias, A. Sampaio & Filhos Têxteis, S.A., Albano Morgado, S.A., Bloomati By Carvema Têxtil, Fitecom, J. Areal – Artigos Têxteis, Lda., João & Feliciano, S.A., Lurdes Sampaio, S.A., Modelmalhas, Rdd – Textiles, Lda., La Estampa – Le Europe, S.A., Sanmartim, Sidónios Malhas, S.A., Tintex Textiles, Trimalhas Knit Inspiration, S.A. e no sector do sourcing conta com António Manuel De Sousa, Lda., Raith Têxteis, Scoop e Top Trends Lda.
A participar na feira de Munique há mais de cinco anos consecutivos, a Modelmalhas não hesitou em marcar presença em mais uma edição, apesar do contexto provocado pela pandemia da covid-19. “Acredito que esta situação até pode ser positiva para a indústria portuguesa, uma vez que o fator proximidade tem agora um peso muito maior”, diz John Gomes, comercial da empresa. “A Fabric Days é uma das únicas feiras presenciais que vai acontecer e para nós será muito interessante porque vamos reunir lá clientes de vários países, como a Alemanha, Holanda, Croácia e países do Norte. Temos uma agenda muito preenchida para os três dias da feira”, relata o comercial da Modelmalhas. Quanto ao plano de contingência implementado pela organização da Fabric Days, que por segurança terá uma área de exposição consideravelmente menor à tradição da Munique Fabric Start, John Gomes mostra-se “tranquilo e confiante nas medidas a serem tomadas. Temos de acreditar, confiar e levar a nossa indústria para a frente”, remata.

Também presença habitual em feiras internacionais, a SanMartin fará da Fabric Days uma “oportunidade única de negócios num momento particularmente complexo”. Quem assim o define é Vera Lúcia, da área comercial da empresa especializada em tecidos e acessórios de moda que levará a Munique várias novidades. O otimismo da comitiva portuguesa faz o retrato fiel do tema desta edição especial e concentrada da feira de Munich. Com o lema “Hopetimism”, a organização da feira alemã vai reunir cerca de 300 expositores, numa lista selecionada de representantes das várias indústrias internacionais.

Comitiva nacional apresenta–se optimista na Fabric Days

Para a lista de expositores, a feira privilegiou os seus parceiros com um maior número de presenças no currículo e também as empresas com maior aposta na sustentabilidade, uma área onde Portugal – e as empresas nacionais presentes – se têm destacado ao longo dos últimos anos. Para fortalecer o sentimento de confiança e otimismo entre empresas e visitantes, o evento que arranca esta terça-feira fica marcado também por um forte reforço nas medidas de segurança.

“Tornou-se claro para nós desde o início que o futuro passar por planear os eventos com a presença do vírus, e não esperar pelo depois. Implementamos regras que permitem a realização de uma feira profissional com toda a segurança”, explicou Frank Junker, diretor criativo da feira. Entre as novas medidas destaca-se uma nova arquitetura da feira, com corredores mais largos, entradas mais amplas e percursos que asseguram o distanciamento de 1,5 metros a qualquer momento. Toda a informação e troca de contactos foi também digitalizada. Estão ainda a marcar presença na feira outra empresas portuguesas: Otojal, Penteadora, Riopele e Vilartex.

A participação das empresas portuguesas na Fabric Days é uma iniciativa da Selectiva Moda e da ATP – Associação Têxtil e Vestuário de Portugal, que visa promover a internacionalização das empresas portuguesas da área da Moda. O projeto “From Portugal” é co-financiado pelo Portugal 2020, no âmbito do Compete 2020 – Programa Operacional da Competitividade e Internacionalização, tendo um montante de apoio elegível de 11.042.311,82 €, dos quais 6.065.501,91 € são provenientes da União Europeia, através do Fundo Europeu de Desenvolvimento Regional.

Imagens: divulgação Comitiva nacional apresenta–se optimista na Fabric Days . .
Sem comentários ainda

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será divulgado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.