O conceito da moda sustentável

O conceito da moda sustentável

O novo conceito, que tem despertado o interesse de estilistas, propõe, além do reaproveitamento de materiais, o desenvolvimento de novas técnicas de produção.

Segundo a Wikipédia, “Moda sustentável é um conceito definido por metodologias de produção que não são prejudiciais ao meio ambiente. Isto é, a criação de roupas e acessórios sem prejudicar o ecossistema que existe ao redor das linhas de produção deste item. Este conceito aplica-se a toda a cadeia de produção de um tecido e, em seguida, deriva na cadeia de produção de uma peça de roupa. Numa terceira avaliação, toda a cadeia de distribuição destas roupas acabadas também tem de ser avaliada”.

A moda sustentável alcançou o seu auge no século 21 e passou de uma simples tendência para um comportamento. Deixando o básico de lado para procurar destaques em montras  e passarelas um pouco por todo o mundo, a moda responsável encontrou espaço entre os estilistas e hoje é um ponto de encontro rentável  entre as grandes marcas e tão comentada e falada consciência verde.

Este tipo de moda apresenta novas técnicas e maneiras de produção que vão desde o reaproveitamento de materiais ao desenvolvimento de novas fontes têxteis. Entre as novidades da produção ecologicamente responsável estão a utilização de algodão e outras fibras orgânicas produzidas sem o uso de inseticidas e pesticidas, a incorporação de materiais recicláveis, como as garrafas PET, que são transformadas em tecido e pneus, utilizados na fabricação de solas de sapato.

Novas técnicas e maneiras de produção
Novas técnicas e maneiras de produção

No entanto, analisando um pouco mais ao pormenor, chegamos à conclusão de que a moda sustentável nada mais é do que a criação de roupas e acessórios sem prejudicar o ecossistema que existe ao redor da linha de produção deste item.  Mas muito há a ser estudado sobre este assunto, pois o cultivo dos materiais para a fabricação sustentável é muito lenta visto não haver uso de pesticidas ou reguladores de crescimento.

Consequência disso é o encarecimento das matérias para se fabricarem as peças, o que gera resultado no valor final do produto, onde chega no mercado com o dobro do preço de um produto não sustentável, e isso faz com que cada vez mais os produtos sejam “desvalorizados” pelo cliente.

Senão vejamos: se é possível comprar o produto com a mesma qualidade, mas pela metade do preço, qual acham que será a escolha final?

Na verdade, o que se precisa mesmo é mudar a educação das pessoas, mas sabemos que é um grande percurso a ser trabalhado! Só assim a moda sustentável terá seu real valor!

Paulo Costa

Sem comentários ainda

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será divulgado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.