Converse ressurge como ícone da moda da rua

Converse ressurge como ícone da moda da rua

“Tenho uma longa história com Converse. Eu tenho usado – e uso – frequentemente”. Estas foram as palavras de J.W. Anderson, director criativo da Loewe, depois de anunciar que lançaria uma colecção cápsula com a marca de sapatilhas.

O êxito da colaboração da Nike com Off-White levou os fãs das sapatilhas a uma loucura extrema. Baptizada como “The Ten”, Virgil Abloh apresentou nove reinterpretações dos modelos míticos da Nike. O décimo – e o mais esperado – acabaria por ser uma reinvenção das clássicas Chuck Taylor.

 

December 14. Glitter meets gutter. @JW_Anderson #ConverseXJWAnderson

Uma publicação partilhada por Converse (@converse) a

Converse também chamou a multimilionária Chiara Ferragni para lhe pedir que colaborasse com eles. Com isto, o estilo punk-rock dos anos 50 foi alterado em favor do meramente comercial, focado por e para os millenials. E alguns irão perguntar: porquê. A Converse deve deixar de lado essa ideologia cultural que a levou ao status de ícone e vende-se ao melhor preço?

A resposta

É provável que a resposta seja um “sim”, porque essa é a demanda dos compradores. Nos tempos em que o significado de uma peça de vestuário perdeu toda a relevância e quase ninguém se importa se os sapatos Chuck Taylor foram usados por Elvis Presley ou James Dean no primeiro olhar do século XX ou se os mesmíssimos Ramones as usaram nos cenários do punk internacional.

São umas sapatilhas e já está. O consumidor quer saber quem as usa agora. Aqui entra o universo Chiara Ferragni e os 11,2 milhões de seguidores da sua conta do Instagram. Ela é precursora das tendências e todos conhecem o seu grande poder de influência.

They’re coming ? @chiaraferragnicollection x @converse #ChiaraFerragnixConverse #advertising

Uma publicação partilhada por Chiara Ferragni (@chiaraferragni) a

Neste mesmo pack entra Off-White, considerado a marca mais “cool” do momento. Colaborações que mostram que a Converse precisava de um “plus” de viralidade para voltar a estar no topo da onda. Para recuperar o trono de ícone da rua no momento em que o monopólio Adidas-Nike é absoluto.

Situações desesperadas requerem medidas desesperadas. E Converse puxou o seu livro de cheques e contratou as marcas estrelas da temporada com a esperança de voltar ao topo.

Aguardemos para ver os resultados.

Off-White™ c/o @Converse “70s” Chuck Taylor’s photograph c/o @shineandkriss @sizetenplease

Uma publicação partilhada por Off-White™ (@off____white) a

 

Sem comentários ainda

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será divulgado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.