Espanha encabeça exportações de calçado para Portugal

Espanha encabeça exportações de calçado para Portugal

Portugal importou calçado, polainas, botins e artigos semelhantes, e partes destes totalizando 773.67 milhões de euros em 2016, de acordo com dados de Euroestacom recolhidos num estudo do ICEX (ICEX España Exportación e Inversiones).

Esses números refletem um aumento de 11,85% em comparação com as importações realizadas em 2015. Os tipos de calçado mais importado em 2016 foi o de couro, totalizando um valor de 220 milhões de euros, mostrando um ligeiro aumento em relação ao ano anterior . Este grupo é seguido pelo calçado têxtil, tendo duplicado as suas importações desde 2011.

Quanto aos principais países fornecedores de calçados de Portugal, Espanha ocupa o primeiro lugar do ranking, de acordo com o estudo do ICEX. Em 2011, Portugal importou calçado Espanhol no valor de 225,2 milhões de euros e este número tem vindo a aumentar até chegar aos 272,9 milhões.

Por outro lado, ainda segundo o estudo, o calçado italiano também goza de uma excelente posição no ranking dos exportadores para Portugal, embora seja verdade que o facto de ter o preço médio elevado a nível mundial freia uma maior quota em quantidade.

No relevante à demanda e tendência do consumo de calçado em Portugal, são muitos os factores que os consumidores levam em conta ao decidir-se sobre um produto ou outro. No entanto, o preço continua a ser o atributo mais importante para os portugueses e de facto atributo, pode-se afirmar que Portugal é um dos países onde mais se compra por menos. De tal forma que os consumidores portugueses preferem comprar sapatos a um preço inferior, como é o calçado de plástico, borracha e têxtil, em lugar do couro que é mais caro.

Sem comentários ainda

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será divulgado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.