Fábricas e confecções portuguesas apresentam novidades em Londres

Fábricas e confecções portuguesas apresentam novidades em Londres

Fábricas e confecções portuguesas apresentam novidades em Londres

É uma das grandes feiras de sourcing da Europa e a indústria têxtil nacional não poderia deixar de estar presente. Nos dias 15 e 16 de Janeiro, o projecto “From Portugal” leva à Fashion SVP, em Londres, uma vasta comitiva nacional, com representantes de vários sectores do sector do vestuário.

BUGALHÓS – GULBENA – LIMA & COMPANHIA – SOEIRO – TIVA – TROTINETE – WONDERROUTINE

É sabido que muitas das grandes marcas internacionais de moda vêm a Portugal produzir as suas colecções. Conhecida pela qualidade na produção, pela oferta de um serviço especializado e pelo rigor com que cumpre prazos, a indústria têxtil nacional é tradicionalmente uma das grandes fornecedoras das principais casas de moda do mundo.

Nos próximos dias 15 e 16, Portugal tem uma nova oportunidade de aprofundar esta imagem internacional, com a participação de várias empresas portuguesas na Fashion SVP, feira especializada em sourcing que vai decorrer no Olympia, em Londres.

Fábricas e confecções portuguesas apresentam novidades em Londres

Através do projecto “From Portugal”, da Associação Selectiva Moda, vão estar presentes no evento as empresas Bugalhós, Gulbena, Lima & Companhia, Soeiro, Tiva, Trotinete e Wonder Routine, às quais se junta ainda a Triwool. Na feira vão ter a oportunidade de apresentar os novos produtos às principais marcas britânicas e a compradores vindos um pouco de todo o mundo.

“A Fashion SVP demonstrou na última edição ser uma das melhores feiras de sourcing” explica Márcia Cortinhas, representante da Lima & Companhia, empresa que vai participar no evento pela segunda vez. Especializada em malhas, a têxtil de Famalicão leva a Londres uma variada apresentação dos seus produtos. “O intuito é mostrar um pouco daquilo que podemos fazer” adianta Márcia Cortinhas.

Fábricas e confecções portuguesas apresentam novidades em Londres

Na feira, o objectivo da comitiva nacional é dar provas de que a produção em Portugal é flexível e adaptada ao cliente. “Vamos apresentar um portfólio de produtos que mostra o nosso know how e a nossa diferenciação dos outros mercados de produção têxtil” explica Nuno Mendes, General Manager da Confecções Bugalhós, empresa que se vai estrear no evento.

Para além da capacidade produtiva, o objectivo é mostrar toda a grande variedade de trabalhos que a indústria têxtil nacional oferece. “Vamos apresentar artigos que sejam demonstrativos do que fazemos, quer para vestuário de bebé, criança e adulto, em malhas circulares e componentes de tecidos” explica Nelson Salgado, director comercial da Wonder Routine.

O foco principal da comitiva nacional é elevar o volume de vendas para os mercados externos, especialmente para o Reino Unido. “O mercado inglês é um mercado muito interessante de trabalhar, principalmente pela seriedade das pessoas”, confessa Paula Gomes, representante da fábrica de malhas Tiva.

“O Reino Unido é um mercado com enorme potencial, não só pelas múltiplas oportunidades de negócio, mas também porque nos pode abrir portas para outros mercados, não só europeus mas a nível mundial” adianta Paulo Pereira, International Sales Manager da Trotinete, empresa têxtil especializada na confecção de uniformes e fardas de trabalho.

Imagens: From Portugal Fábricas e confecções portuguesas apresentam novidades em Londres
Sem comentários ainda

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será divulgado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.