Japoneses encontram um método rápido de cultura de cabelo

Investigadores japoneses anunciaram que desenvolveram um método de cultura ultra-rápida de folículos capilares que poderiam permitir no futuro, de acordo com os mesmos, despedir-se da calvície ou remediar a perda de cabelo por quimioterapia ou algumas doenças.

O seu estudo usa dois tipos de células colocadas em pequenos recipientes de silicone para cultivar “germes de folículos pilosos”, fonte de pequenas calvíces, onde nasce e se alimenta o cabelo.

A equipa japonesa da Universidade Nacional de Yokohama, liderada por Junji Fukuda, conseguiu cultivar 5.000 desses “germes” em alguns dias.

Este método é apresentado como um excelente passo nas técnicas laboriosas existentes que conseguem criar apenas cerca de cinquenta “germes” ao mesmo tempo.

Não se prevêem testes em seres humanos nos próximos cinco anos, mas os investigadores estão convencidos de que esta técnica poderia ser usada para reconstituir abundantes madeixas.

Poderia igualmente ajudar as pessoas afectadas por cancro e submetidas a quimioterapia ou que sofrem de doenças que causam perda de cabelo, disse Fukuda, cujos trabalhos foram publicados na revista Biomaterials.

“As clínicas especializadas costumam usar o cabelo da nuca para o implantar nas zonas frontais, o problema é que isso não aumenta o volume total de cabelo”, explicou Fukuda.

“Os tratamentos médicos existentes podem retardar a perda de cabelo, mas não conseguem reverter o processo”, disse ainda.

Um novo tratamento que utilize esta técnica poderia estar disponível dentro de 10 anos, segundo os investigadores.

Sem comentários ainda

Comentários estão encerrados

Tendências Online Portugal Shopping Online Ignorar

Copy Protected by Chetan's WP-Copyprotect.