João Sousa, um talento do Portugal Fashion nascido no novo milénio

João Sousa, um talento do Portugal Fashion nascido no novo milénio

João Sousa, um talento do Portugal Fashion nascido no novo milénio

João Sousa pode ter apenas 20 anos mas desde 2018, quando lançou a sua coleção “Filhos do Lago”, que se apresenta no Portugal Fashion.

O Tendências Online esteve à conversa com o designer para saber mais sobre a sua carreira e a sua nova coleção “Horizontes” que será apresentada dia 15 no Portugal Fashion.

Foi com apenas quatro anos que este jovem disse que queria ser designer, uma coisa que pode parecer estranha para alguns, mas que para ele surgiu naturalmente, visto que a sua família está ligada à área da moda e do entretenimento, “desde pequeno que brincava com moda, andava por alguns backstages e eventos de moda locais e o gosto foi crescendo”. O gosto cresceu de tal maneira que em 2015, com apenas 15 anos, começou a estudar “e daí o meu percurso foi crescendo ainda mais, com uma nova formação, novas técnicas e novas ideias.”

Mas será que uma pessoa tão nova enfrenta dificuldades e barreiras no mundo da moda? Sim, enfrenta. Segundo João Sousa algumas empresas olham para jovens designers como se fossem inexperientes na indústria, o que resulta em algumas portas a serem fechadas. “Contudo, e felizmente, encontrei pessoas que acreditam que a idade não é sinónimo de talento e profissionalismo.”

Contudo, há uma dificuldade que todos nós estamos a enfrentar este ano, a COVID-19. Esta pandemia veio a alterar a forma como lidamos com situações, incluindo com eventos. O Portugal Fashion, depois de se ver cancelado em março, teve que se redefinir nesta 47º edição. Para João, o processo de criação acabou por ser o mesmo das estações anteriores, a única mudança foi a forma como a coleção será apresentada e como irão transmitir a ideia que querem ao público. “A pandemia veio ajudar a encontrar novas formas de realizar as nossas ideias de uma outra forma, repensar o que antes estava pensado.”

Tal como foi mencionado acima, nesta 47º edição, João vai apresentar a coleção “Horizontes” que é dedicada ao recife. Este tema surgiu de uma forma engraçada, segundo o estilista. “Estava eu a vaguear pelo facebook – que é uma aplicação que não uso tanto, daí ser engraçado – quando me aparece um vídeo de apenas um minuto, da Rolex a falar do recife de coral australiano e do trabalho da bióloga marinha Emma Camp. As imagens prenderam-me logo e ao ouvir o que estava a acontecer comecei a estudar, pesquisar, ler sobre o assunto, e, a verdade é que mais de metade da barreira de coral australiana está morta. O trabalho de Emma Camp é recolher corais de zonas menos propícias da Austrália, fora do recife, como rios e lagos, recolher corais dessas zonas e plantá-los novamente no oceano para tentar trazer a cor de novo ao oceano.” Esta é uma coleção que conta com formas fluídas e materiais leves, com padrões coloridos remetentes aos corais e também tem a presença do branco, que além de ser uma cor que faz parte da marca de João Sousa, remete para a morte dos corais.

Dito isso, João acha importante que as pessoas se foquem em ajudar o planeta e o ambiente, não pensando “Se os outros não fazem, porque vou eu fazer?”, cada um tem que refletir no que pode mudar para tentar preservar o planeta, por mais pequeno que o gesto seja, até porque esse gesto pode fazer a diferença numa grande escala.

A nova coleção de João Sousa para a Primavera/Verão de 2021 é apresentada dia 15 de outubro às 14 horas na Alfândega do Porto.

Imagens: divulgação João Sousa, um talento do Portugal Fashion nascido no novo milénio . .
Sem comentários ainda

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será divulgado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

%d bloggers like this: