Jovens: escravos da moda

Jovens: escravos da moda

Jovens: escravos da moda

É um tema muito interessante em que juventude se baseia: estar “na última”. E o que é estar “na última”? Quem marca a moda? Por que tomam os jovens como ícones as celebridades?

Em primeiro lugar, moda, indica no seu significado mais amplo uma eleição, ou melhor, um mecanismo de regulação de eleições, realizadas com base em critérios subjectivos associados ao gosto colectivo.

Não sejas vitima de moda!
Não sejas vitima de moda!

A moda são aquelas tendências repetitivas, quer seja de roupa, acessórios, estilos de vida e tipos de comportamento, que marcam ou modificam a conduta das pessoas, A moda em termos de roupa, define-se como aquelas tendências e géneros em massa que as pessoas adoptam ou deixam de usar. A moda refere-se a costumes que marcam alguma época ou lugar específicos, em especial aquelas relacionadas com o vestir ou adornar.

Ora muitos jovens de hoje estão podem ser marginalizados por não ter um estilo como os demais, e isso porquê? Vamos de uma forma sintética tentar explicar o fenómeno da sociedade ocidental.

Estar “na última” significa vestir a mesma roupa que se usa naquele determinado momento ou simplesmente copiar o estilo que todos, na prática, tentam copiar.

Jovens são frequentemente rejeitados pela sociedade.
Jovens são frequentemente rejeitados pela sociedade.

A moda é marcada pelas celebridades ou ainda marcas de roupa que muda o seu estilo e faz com que influencie os jovens – e os adultos também. Mas as celebridades são as que marcam os estilos através dos meios de comunicação social, como por exemplo o nosso futebolista Cristiano Ronaldo que influencia os jovens a comprar sapatilhas idênticas…às suas. Este fenómeno denomina-se por Marketing de Massa (Marketing de massa é a produção, a distribuição e a promoção em massa de um mesmo produto, sem que haja um maior nível de segmentação de mercado.

A rejeição

Hoje, muitos jovens são rejeitados por não terem um estilo marcante como o usado pelos demais e isso faz com se criem conflitos entre eles ou acreditar que os outros podem ficar sem amigos e serem rejeitados, não tendo nenhum estilo marcante.

É importante orientar e apoiar os jovens a para que tomem decisões correctas, pois com estes comportamentos tão populares entre os rapazes e raparigas, corre-se o risco de criar a base errada, o que, sem dúvida, tem um impacto negativo nas suas relações familiares futuras.

Mas com o passar do tempo, à medida que vais crescendo, vais-te dando conta que a moda não é o mais importante neste mundo, nem tão pouco o que marca as pessoas, mas sim a personalidade de cada um. A personalidade é o que fala da pessoa e não a moda que ela segue.

Artigo originalmente publicado em 19 de Fevereiro de 2014 
Imagens: divulgação Jovens: escravos da moda Jovens: escravos da moda Jovens: escravos da moda .




Sem comentários ainda

Comentários estão encerrados

Tendências Online Portugal Shopping Online Ignorar

Copy Protected by Chetan's WP-Copyprotect.