Labioplastia: “embelezar” ou corrigir a vagina?

Labioplastia: "embelezar" ou corrigir a vagina

Labioplastia: a absurda cirurgia  para “embelezar” a vagina das crianças e adolescentes?

Porque permitir que as crianças pensem que o seu corpo é feio?

Historicamente, as mulheres têm feito de tudo para mudar a sua aparência, desde usar maquilhagem, cortar o cabelo e sim, recorrer a cirurgias para aprimorar as suas “imperfeições”. O alarmante é que cada vez são mais as mulheres que se submetem a procedimentos diferentes em idade precoce.

Na verdade, existe uma cirurgia estética que se está a tornar numa “moda” entre os adolescentes: a labioplastia.

Trata-se de um processo estético e cirúrgico que visa reduzir o tamanho dos lábios menores da parte íntima da mulheres, de modo a que tenha um aspecto visual “melhor” e obter diferentes benefícios físicos e emocionais.

A intimidade da mulher tem um papel muito importante na auto-estima; seios, mamilos e até a vagina, devem ter certo aspecto para serem considerados perfeitos ou atraentes para os outros, com a ironia de que são partes que a sociedade impõe guardar de forma a respeitar a mulher e que  mesma não ande a provocar o homem.

Mas porque permitimos que agora as crianças pensem que tudo isso que têm é feio?

De acordo com um relatório da BBC News, ginecologistas no Reino Unido estão a notar uma tendência preocupante: adolescentes e inclusive crianças de até nove anos de idade estão a procurar o procedimento para “embelezar a vagina.”

A tendência também se está a reflectir nos EUA e de acordo com a Sociedade Americana de Cirurgiões Plásticos, a labioplastia está a crescer pois em 2016, realizaram-se mais de 12.000 procedimentos, onde  cinco por cento foram em  raparigas menores de 16 anos. Isso demostrava que mais de 500 menores estavam tão insatisfeitas com as suas vaginas que procuraram a cirurgia.

Mas de onde vem esta particular insegurança? Muito tem a ver, naturalmente, com o intenso bombardeamento de posts que falam sobre o “corpo perfeito” das celebridades e da crescente acessibilidade ao mundo da pornografia, além de uma forma de libertação sexual. Movimentos como “Free the Nipple” ou “Embrace the Bush,” e mesmo aqueles sobre o corpo pós-parto que  as mulheres procuram para  aprender a amar o seu corpo e parar de serem tão duras com as marcas, estrias, cores ou formas deste.

No entanto, também existem outros, como o “glitter vaginal”que procuram vender a ideia de que até mesmo os fluidos devem ser belos.

Em condições estritas, a cirurgia para a redução dos pequenos lábios vaginais, conhecida como ninfoplastia ou labioplastia, é indicada para as pacientes que apresentam hipertrofia dos pequenos lábios vaginais, ou seja, aumento do tamanho destes. Ao contrário do que muitas mulheres pensam, é muito comum pacientes que apresentam os pequenos lábios vaginais aumentados de tamanho, levando a um constrangimento com seus parceiros sexuais.

A cirurgia visa à redução dos pequenos lábios, tornando-os de tamanho normal, porém sem reduzi-los de forma exagerada. Os pequenos lábios vaginais têm a importante função de proteger a entrada da vagina, dificultando o surgimento de infecções bacterianas, além de também ajudar na lubrificação local. A redução exagerada desta estrutura poderá acarretar ressecamento, principalmente depois da menopausa, época em que a lubrificação vaginal fica menos eficaz.

Sem comentários ainda

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será divulgado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.