Lábios vermelhos, símbolo de poder e sensualidade

Lábios vermelhos, símbolo de poder e sensualidade

Lábios vermelhos, símbolo de poder e sensualidade

O batom vermelho denota elegância, sensualidade, beleza e poder. Para muitos, é uma imagem que automaticamente relacionamos com a icónica Marilyn Monroe ou figuras mais contemporâneas, mas a sua história vem de muito mais tempo atrás.

Dizem que na antiga Babilónia as mulheres esmagavam pedras semi preciosas para pintar os seus lábios. No Egipto, foi Cleópatra que usou um tom específico de vermelho, obtido de formigas, escamas de peixe e escaravelhos.

Lábios vermelhos, símbolo de poder e sensualidade

Na Grécia antiga, dizia-se que aqueles que pintavam os lábios viviam em perversão e luxúria, e foi no século XVI, quando a rainha Vitória I deu ao seu rosto branco lábios exageradamente vermelhos, pintados com extractos de plantas. Em 1770, em Inglaterra, dizia-se que usar maquilhagem em público era descortês.

Hoje, as estatísticas são diferentes, 70% das mulheres usam batom e muitas delas escolhem o vermelho, associado à sensualidade e ao desejo, para favorecer a sedução e dar um toque de ousadia e elegância. Claro está, sempre e quando se saiba aplicar.

GALERIA 1 – ROSTO

“Se os olhos são o espelho da alma, porque não admitir também que a boca é a intérprete do coração”, é uma frase de Coco Chanel, outra personagem emblemática que criou o seu próprio tom de vermelho para se sentir confortável de cada vez que saía de casa com os lábios pintados.

Em 1954, o famoso batom Chanel era visto como um clássico. O lançamento para o mercado foi com uma caixa que simulava a garrafa da mítica Chanel nº 5.

Agora, as gamas são outras e obedecem à cor da pele e do cabelo das mulheres. Especialistas dizem que o vermelho na boca gera emoções, impactos e deixa uma marca em quem vê, para além de projectar segurança.

GALERIA 2 – LÁBIOS

Imagens: divulgação Lábios vermelhos, símbolo de poder e sensualidade .  .
Sem comentários ainda

Comentários estão encerrados