Masturbação em excesso pode prejudicar relação sexual

Masturbação em excesso pode prejudicar relação sexual

Masturbação em excesso pode prejudicar relação sexual

“Quando me masturbo, geralmente alcanço o orgasmo quase sempre, mas quando estou com o meu parceiro raramente o consigo. Será que eu me acostumei a fazer isso sozinha e é por isso que não posso lidar com outra pessoa? Estou-me a masturbar?”

Bem, se te identificares com isto, continua a ler, porque não, não és a única…E não, a tua masturbação não tem nada a ver com as dificuldades de atingir o orgasmo como casal.

Nós ouvimos essas duas perguntas com pouca frequência…Então insistimos: se esse for o teu caso, deves saber que não és a única que acha infinitamente mais difícil atingir o orgasmo como casal do que quando se masturba: é algo que acontece com muitas mulheres e homens,  confirmado, especificamente no caso de mulheres, um estudo publicado no Journal of Sexual Medicine em 2018.

A masturbação é uma forma de autoconhecimento.

Pelo toque, pela autoestimulação a mulher passa a conhecer o seu corpo sexual, os seus pontos mais sensíveis, como se dar prazer, como vai reagir ao prazer e, ainda, como melhorar a vida sexual a dois.

Todos os dias, duas vezes por dia, uma vez na semana, uma vez ao mês… Não há um método para estabelecer o excesso em números. Vai depender da idade e do dia a dia de cada uma.

Sabemos que na adolescência, quando o despertar sexual acontece e os hormônios e desejos estão à flor da pele, há mais vontade e estímulos para a masturbação, tanto para autoconhecimento quanto para prazer imediato.

Nesta fase pode ainda não haver controle. Inclusive, o controle, tanto da ereção quanto da ejaculação podem sim serem aprendidos na masturbação.

Assim, o excesso é quando a pessoa deixa os afazeres do dia e passa apenas a masturbar-se ou com pensamentos de masturbação. Não consegue estudar, não consegue dormir, não consegue trabalhar.

Masturbação em excesso pode prejudicar relação sexual
Certo, e pode então atrapalhar a relação sexual?

Vai depender da forma como a masturbação vem sendo feita e com qual intuito. Ela deve ser considerada uma atividade sexual que proporciona prazer, alívio de tensões e autoconhecimento.

Se te masturbas muito depressa e com o foco apenas no orgasmo, pode sim condicionar a ejacular rápido e isto acontecer na relação sexual. Se na masturbação estás acustumada a um alto nível de ansiedade e de preocupação com o desempenho, pode também desenvolver a perda de ereção.

Ainda, se não tiveres uma relação saudável com a masturbação (pecado, errado, desperdício, sujo), podes também criar dificuldades na relação sexual.

Portanto, presta atenção!

Cuidado com a aprendizagem equivocada, procura conhecimentos sobre sexualidade, entende os mitos e foca no prazer. Caso contrário, pode sim atrapalhar a tua vida sexual.

Pensa qual é a importância da masturbação para ti. Fica a saber que a masturbação deve gerar emoções agradáveis e despertar desejos. Para tanto, abusa das fantasia, toca-te com tempo e foca-te no prazer!

Imagens: divulgação Masturbação em excesso pode prejudicar relação sexual . .
Sem comentários ainda

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será divulgado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.