Cabelo ultra curto: símbolo do empoderamento feminino?

A moda de usar cabelo ultra curto: símbolo do empoderamento feminino?

O cabelo muito curto historicamente tem estado historicamente reservado aos homens, mas desde à algum tempo o número de mulheres que se atreve a usá-lo vem vindo a aumentar. Rebelia, luta ou moda?

Ver uma mulher de cabelo curto ou, inclusive, uma cabeça rapada, não é comum. Este tipo de cortes, além de estar vinculado à moda masculina, tem sido associado a tendências típicas de contra culturas como o punk e skinhead. Apesar disso, ultimamente tornou-se mais comum ver como as mulheres escolhem este look.

Se pensamos em mulheres com cabelos curtos, não podemos deixar de incluir a cantora Sinéad O’Connor, que desde o início da sua carreira manteve o cabelo assim. Segundo explicou aos meios de comunicação, fê-lo como forma de revelia contra a indústria: “Eles queriam que deixasse crescer o meu cabelo mesmo mesmo comprido, porque achavam que eu ficaria mais bonita. Então eu fui directa ao cabeleireiro e apenas rapei o que restava do meu cabelo”.

Sinéad O'Connor
Sinéad O’Connor

Foi O’Connor uma das motivações para rapar o cabelo que teve Alicia Pride (23), seguidora da artista, que cortou todo o cabelo durante o ano passado. Embora a sua mudança não tenha sido drástica, já que até essa altura tinha os lados da cabeça rapados, sentia que se estava a libertar. Inclusive, Alicia diz que é algo que recomendaria fazer pelo menos uma vez na vida.

“Eu não me senti mais notada na rua, o único que eu acho é que se notavam mais os meus piercings e isso fez com que se destacasse um pouco mais”, diz Alicia, que é estudante universitária. Com a reacção da sua família e amigos, a jovem lembra que só teve comentários positivos.

Alguns profissionais mencionam que aquelas que escolhem o cabelo curto tendem a ser jovens e explica que, embora as mulheres sejam frequentemente influenciadas pela estética da moda noutros países, as mulheres que escolhem esses looks levam uma tendência nos seus próprios espaços. Por exemplo, as modelos na moda e uma jovem no ensino secundário podem definir a tendência na sua escola.

Katy Perry
Katy Perry

Há pouco tempo atrás, a actriz e modelo britânica Cara Delevingne apareceu na gala MET usando os seus cabelos muito curtos e platinados. Não foi o única. A cantora Katy Perry também usou um corte que, apesar de o levar tapado pelo vestuário, já o tinha deixado ver em publicações no seu Instagram.

Em 2007, todos ficaram loucos quando a cantora Britney Spears rapou o cabelo, depois de entrar no salão de beleza de Esther Tognozzi e ela se recusar a cortar o cabelo aludindo que isso era uma “explosão hormonal”. Até hoje, o assunto é considerado como um mau momento para Spears e sustenta-se que o visual a favorecia muito pouco.

O cabelo curto não é para todas as mulheres?

Embora exista um mito popular que sustém que apenas nas mulheres magras se veria um look de cabelo muito curto, estilistas afirmam que, longe disso, uma mulher que usa cabelos curtos tudo o ela precisa é de personalidade e segurança para se sentir bem.

Kristen Stewart
Kristen Stewart

No que diz respeito às regras para cortar o cabelo, os profissionais dizem que “há estudos teóricos sobre cortes que ajudam a encontrar o melhor corte para cada tipo de rosto, mas esse tipo de regras são feitas para cabelos compridos, que em cabeleireiros são conhecidos como típicos “cortes de mulher”.

Existem alguns estudos que afirmam que o cabelo longo seria mais atraente, pois seria um sinal de juventude e, desde a infância, se ensina que quanto mais, melhor. Inclusive as princesas costumam ter o cabelo até á cintura! Ou basta recordar casos extremos como a mítica Rapunzel.

O cabelo curto não é apenas para homens. A partir deste ponto, há mulheres que usam cabelo curto ou rapado para demonstrar a sua individualidade. No caso das mulheres lesbianas e feministas mais radicais, acredita.se que fazem isso para expressar e reafirmar o seu desacordo com a questão de género, para expressar que não estão de acordo com o que a sociedade impõe sobre o que é e como se deveria ser mulher.

Por outro lado, o cabelo curto pode ser um sinal de empoderamento para liderar um novo estilo de vida. Não são poucas as mulheres que vão ao cabeleireiro para se livrar dos seus cabelos longos quando enfrentam novos processos. Muitas dizem abertamente que o fazem para fechar um capítulo nas suas vidas.

Sem comentários ainda

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será divulgado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.