Modelo trans Valentina Sampaio acaba de fazer história

Modelo trans Valentina Sampaio acaba de fazer história

Modelo trans Valentina Sampaio acaba de fazer história

MODELOS – Valentina Sampaio acaba de se tornar a primeira modelo transsexual para a Sports Illustrated.

Pela primeira vez nos 56 anos de história da edição da Sports Illustrated’s Swimsuit Issue, a edição especial anual contará com uma modelo trans: Valentina Sampaio. A modelo brasileira de 23 anos já fez história ao estrelar a capa da edição de Março de 2017 da Vogue francesa e, mais tarde, em 2019, como a primeiro modelo trans da Victoria’s Secret.

Mas a modelo nem sempre experimentou o tipo de aceitação e elogios que está a receber agora. Num ensaio escrito por Sampaio para a edição, ela compartilhou a sua história de nascer numa remota vila de pescadores no Brasil, onde pessoas trans estão sujeitas à maior taxa de crimes e assassinatos violentos do mundo – “três vezes mais do que nos EUA”. “Ser trans geralmente significa enfrentar portas fechadas aos corações e mentes das pessoas”, escreveu. “Enfrentamos risos, insultos, reacções de medo e violações físicas apenas por existir”.

Por esses motivos e muitos outros, a inclusão de Sampaio na edição de fato de banho deste ano é monumental. “Obrigada, SI, por me verem e me respeitarem como realmente sou”, escreveu. “Por entenderem que mais do que tudo, eu sou humana. Obrigada por me apoiarem na continuação da divulgação de uma mensagem de amor, compaixão e união para TODOS”.

Apesar de ser a primeira vez que a Sports Illustrated incluiu um modelo trans na edição, não é o primeiro elenco histórico da Swimsuit Issue. Na verdade, é, em parte, responsável por catapultar a carreira da modelo Ashley Graham, que em 2016 se tornou na primeira modelo plus size da Swimsuit Issue. A revista também seleccionou a modelo Halima Aden – que usou hijab e burkini durante a sua sessão de SI – para a edição de 2019.

Este movimento da Sports Illustrated chega após pedidos de justiça para a comunidade trans. Em Maio, Tony McDade, um homem negro trans, foi morto a tiros pela polícia em Tallahassee, Flórida. Na época, McDade foi a 11ª morte trans e/ou não confirmada por sexo. Um mês depois, seguiu-se a notícia do assassinato de uma mulher negra trans chamada Dominique “Rem’mie” Fells em Filadélfia. Alguns dias depois, as pessoas reuniram-se em Brooklyn para homenagear as vidas transexuais negras, com quase todos os presentes vestidos de branco.

Imagens: divulgação Modelo trans Valentina Sampaio acaba de fazer história . .
Sem comentários ainda

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será divulgado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.