Não consigo chegar ao orgasmo! As causas mais comuns

Não consigo chegar ao orgasmo! As causas mais comuns

Não consigo chegar ao orgasmo! As causas mais comuns

Da sexualidade não se fala tanto quanto se deveria, mas de desordens que afectam a sexualidade ainda menos. Essas coisas são mantidas pelas mulheres e é difícil tirá-las da memória. No entanto, apesar de não se falar muito sobre isso, a realidade é que cerca de 12% das mulheres sofrem nalgum momento das suas vidas algum tipo de disfunção sexual, sendo uma das mais comuns a anorgasmia.

Há uma lista enorme de mitos ao redor das mulheres e da satisfação que alcançam no sexo. A realidade é que o facto de pertencer ao género feminino não implica uma dificuldade maior para chegar ao orgasmo. No entanto, assim como acontece com os homens, as mulheres podem experimentar problemas nesta fase da resposta sexual humana.

Infelizmente, é grande o número de mulheres que não conseguem chegar ao orgasmo. Números que ficam ainda mais preocupantes se pensarmos que a vida sexual saudável é um dos pontos principais para a felicidade do casal e também para a auto-estima de qualquer mulher.

Ao termos sexo, libertamos uma série de hormônios responsáveis pelo sentimento de alegria e satisfação, que mantêm o nosso bem-estar e também rejuvenescem! Ou seja, existem muitas mulheres que se sentem menos felizes do que deveriam por não conseguir chegar ao orgasmo feminino. Além, é claro, daquelas que estão n um namoro ou casamento, mas que não conseguem ter um orgasmo, tendo de fingir ou deixar a relação arrefecer.

Não consigo chegar ao orgasmo! As causas mais comuns

Oito obstáculos que te impedem de chegar ao orgasmo

Ficares dispersa durante o sexo

Pode até parecer que não estás interessada no momento, mas há grandes chances de a culpa ser do excesso de stress e preocupações que bloqueiam o relaxamento. Os factores psicológicos que interferem na relação são até mais importantes do que os físicos para a mulher. Ela tem de estar 100% focada na relação sexual para conseguir identificar no seu corpo os locais onde mais sente prazer. A mulher depende de estímulos sonoros e tácteis, diferente do homem que é excitado mais facilmente – muitas vezes apenas com estímulo visual.

Tabus

A educação rígida gera crenças falsas em relação ao sexo oposto, sexualidade, masturbação e orgasmo. Muitas mulheres que acreditam nisso sentem–se culpadas, ficam preocupadas demais e não conseguem chegar ao orgasmo. Procurar um psicólogo, nestes casos, pode ser uma óptima forma de trabalhar com o medo e a tensão.

Só com a luz apagada

Sentires vergonha do corpo a ponto de se preocupar na hora da relação sexual interfere no teu prazer. A mulher com auto-estima baixa tende a não se sentir à vontade para explorar o corpo por meio de toques e carícias para descobrir os pontos de prazer. A masturbação é uma das principais formas de alcançar o auto-conhecimento sexual. Se a mulher não se sente segura e não sabe como ter prazer, pode ter dificuldade em atingir o orgasmo tanto sozinha quanto com o parceiro – já que não consegue guiá-lo ou expressar de que forma sente mais prazer.

Falta de atracção

Se sentes que o teu parceiro não te atrai sexualmente, os especialistas recomendam fazer uma reflexão: já sentiste desejo antes com esse parceiro? É preciso identificar qual a disfunção sexual que a mulher apresenta: desejo sexual hipoactivo (a falta de vontade de fazer sexo, frigidez) ou anorgasmia (incapacidade de chegar ao orgasmo mesmo com excitação).

Não consigo chegar ao orgasmo! As causas mais comuns

Se for o primeiro caso, talvez seja preciso rever os motivos que te levou a ter um relacionamento amoroso com o teu parceiro ou os factores que estão a interferir na atracção física, pode ser até rancor do parceiro. Nestes casos, é importante procurar ajuda de um terapeuta sexual.

Medo de não conseguir

A expectativa de querer chegar ao orgasmo pode causar o efeito inverso: deixar–te ainda mais longe do clímax. Isto porque quando a mulher vivência o relacionamento sexual preocupada tanto com o seu desempenho como com o objectivo de atingir o orgasmo, ela pode deixar de se entregar às sensações prazerosas do encontro sexual. Se sentires que não consegues controlar essa ansiedade, conversa com um psicólogo.

Fadiga

Há diversas causas por trás da fadiga, desde a correria do dia-a-dia até problemas de saúde, como alteração hormonal, hipertensão e fadiga crónica. Mulheres com fadiga podem perder o interesse pelas relações sexuais e iniciá-las apenas para agradar ao parceiro, sem conseguir aproveitar o momento e chegar ao orgasmo. O excesso de cansaço pode ser reflexo da rotina agitada, mas se sentires que estás sonolenta e indisposta demais, fala com um médico.

Saúde debilitada

Há uma infinidade de doenças e problemas de saúde que podem interferir na libido e no orgasmo feminino. Estas são as principais, segundo os ginecologistas:

• Infecções vaginais e doenças no colo do útero, que podem gerar desconforto na penetração e dor durante a relação, prejudicando a lubrificação e interferindo no prazer sexual
• Doenças como diabetes e alterações hormonais, que diminuem o estímulo causado na zona erógena (zona de maior prazer), reduzindo também a sensibilidade da mulher e a condução do estimulo através de nervos que mandam mensagem ao cérebro
• Doenças psiquiátricas, stress e ansiedade, que prejudicam os pensamentos da mulher, atrapalhando o seu relaxamento e impedindo que chegue facilmente ao clímax
• Uso abusivo de drogas e álcool, que causam repercussões negativas na relação sexual, dificultando e até impedindo a chegada ao orgasmo.

Não consigo chegar ao orgasmo! As causas mais comuns
Ciclo menstrual Não consigo chegar ao orgasmo! As causas mais comuns

O prazer sexual pode variar de acordo com o teu ciclo. Na semana da menstruação, a tua libido pode ficar maior devido aos altos níveis hormonais, principalmente estrógeno e testosterona. Com o aumento de circulação sanguínea na região da pélvis, o clítoris também fica mais sensível e é mais fácil chegar ao orgasmo.

Uma semana após a menstruação, os níveis hormonais continuam altos e o teu corpo começa a preparar–se para a ovulação – que ocorre aproximadamente 14 dias após a menstruação. Nesse período, a lubrificação vaginal é maior, favorecendo a penetração e trazendo mais conforto à mulher, que fica mais relaxada para ter orgasmos.

Imagens: divulgação Não consigo chegar ao orgasmo! As causas mais comuns .
Sem comentários ainda

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será divulgado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.