Porque não têm os homens osso no pénis?

Porque não têm os homens osso no pénis?

De acordo com um estudo levado a cabo por Matilda Brindle e Kit Opie da University College London, concluíram que os ancestrais comuns dos primatas tiveram um osso no pénis, sendo que a evolução se encarregou de o remover ao homem moderno.

A investigação publicada na revista “Proceedings of the Royal Society”, do Reino Unido, considera três funções principais: pode estimular a fêmea a induzir a ovulação; permite ao macho superar qualquer atrito e penetrar na vagina da fêmea; ajuda o pénis a prolongar a introdução vaginal.

Os seres humanos não têm uma introdução vaginal prolongada: a duração média de penetração é inferior a dois minutos, e por esse lado os homens não necessitam de osso no pénis.

Os investigadores também apontam que “os seres humanos têm uma competência sexual mínima”, uma vez que as mulheres geralmente têm apenas relações sexuais com um homem de cada vez.

“As penetrações do osso mais prolongadas ocorrem em espécies com práticas polígamas, onde múltiplos machos e fêmeas copulam entre si, como no caso dos chimpanzés”, segundo Matilda Brindle.

“O osso permite prolongar o tempo de penetração vaginal. Assim, o macho impede que a fêmea fuja e copule com outro antes do seu esperma ter a oportunidade de fazer magia”.

Os seres humanos deixaram para trás essas práticas pelas que têm agora: “Talvez a adopção desse padrão de acasalamento, com um curto período de interferência, tenha sido a última gota que levou ao processo de desaparecimento do osso”, concluíram ainda os investigadores.

Sem comentários ainda

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será divulgado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.