Novo método de prevenção do cancro da mama

Novo método de prevenção do cancro da mama

É assim que a inteligência artificial ajudará a detectar o risco de cancro da mama

Embora a sobrevivência do cancro de mama tenha melhorado notavelmente, e  continua a fazê-lo ano após ano, ainda continua a ser o cancro mais comum nas mulheres. Mais de 6 mil mulheres são diagnosticadas todos os anos com a doença em Portugal. No entanto, apenas hoje, Dia Mundial do Cancro da Mama surgem noticias tão esperançosas como esta: o uso da inteligência artificial para prever se as  lesões no peito de uma biopsia se converterão em cancerígenas.

Nos Estados Unidos, estão a testar uma máquina de inteligência artificial que foi usada em 335 lesões de alto risco, diagnosticando correctamente 97% delas. Isso reduz as cirurgias desnecessárias até 30%.

A máquina de inteligência artificial foi preparada com informações sobre lesões, padrões, dados estatísticos (dados demográficos, familiares, biopsias e relatórios de patologia) para desenvolver uma ferramenta de diagnóstico mais precisa e prevenir um excesso de tratamento.

Todos sabemos que um diagnóstico precoce diminui o risco de cancro, e as mamografias desempenham um papel crucial nesta detecção, mas também dão falsos positivos, como lesões que parecem suspeitas. Uma vez operadas, muitas lesões revelam-se benignas.

“Este é o primeiro estudo a aplicar uma máquina de Inteligência Artificial para diferenciar lesões de alto risco que precisam de cirurgia das que não, e podem ajudar as mulheres a tomar decisões sobre o seu tratamento”, afirma Constance Lehman, professor da Harvard Medical School.

Fonte: BBC
Sem comentários ainda

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será divulgado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.