O dia em que o mundo da moda se veste de luto

O dia em que o mundo da moda se veste de luto

O dia em que o mundo da moda se veste de luto

A morte de George Floyd agora é repudiada por marcas de luxo. Com placas negras e mensagens anti-racistas nas suas contas do Instagram, a moda levanta a sua voz exigindo justiça e respeito pelos direitos humanos após a morte do jovem afro-americano nas mãos de um policia americano.

Nos médias sociais, celebridades e marcas de luxo demonstram apoiar o movimento anti-racista #BlackLivesMatter e #BlackOutTuesday após a morte de George Floyd nas mãos de um policial americano.

As contas do Instagram das marcas de moda mais reconhecidas do mundo ficaram cheias de ecrãs pretos e mensagens anti-racistas.

Dior

 

Ver esta publicação no Instagram

 

Uma publicação partilhada por Dior Official (@dior) a

A marca francesa incorporou #DiorStandsWithYou. “Na Dior, somos aliados na luta contra o racismo e o nosso coração dirige-se a todos os que sofrem por causa desses actos insensíveis de agressão e injustiça… Acreditamos na humanidade das pessoas e na importância de cada vida”, diz o post de Dior.

 

Ver esta publicação no Instagram

 

Uma publicação partilhada por Dior Official (@dior) a

Gucci

 

Ver esta publicação no Instagram

 

Uma publicação partilhada por Gucci (@gucci) a

“O mundo o dirá: temos que acabar com o racismo. Comecem a curar a própria família. Como falamos sobre preconceito e fanatismo? Comecem a ter a primeira conversa à mesa da cozinha. O mundo dirá: há muito ódio. Dediquem-se ao amor. Amem-se a vocês mesmos tanto que poderão amar os outros sem barreiras e sem julgamentos”. Mensagem da Gucci em letras coloridas.

Carolina Herrera

 

Ver esta publicação no Instagram

 

Uma publicação partilhada por CAROLINA HERRERA (@carolinaherrera) a

A conta oficial da casa de moda Carolina Herrera falou contra o ódio com uma frase de Nelson Mandela: “Ninguém nasce a odiar outra pessoa por causa da cor da sua pele, origem ou religião. As pessoas precisam aprender a odiar e, se podem aprender a odiar, também podem ser ensinadas a amar; o amor vem mais naturalmente ao coração humano do que seu oposto”.

Também compartilhou uma frase de Martin Luther King:

 

Ver esta publicação no Instagram

 

Uma publicação partilhada por CAROLINA HERRERA (@carolinaherrera) a

“A injustiça em qualquer lugar é uma ameaça à justiça em todo lugar.”

E outra de Maya Angelou: “O ódio é a causa de muitos problemas neste mundo, mas ainda não está resolvido”.

 

Ver esta publicação no Instagram

 

Uma publicação partilhada por CAROLINA HERRERA (@carolinaherrera) a

FENDI

 

Ver esta publicação no Instagram

 

Uma publicação partilhada por Fendi (@fendi) a

“A família FENDI manifesta-se contra qualquer forma de racismo”, publicou esta marca de luxo. E também acompanhado com outra imagem negra.

Christian Louboutin

 

Ver esta publicação no Instagram

 

Uma publicação partilhada por Christian Louboutin Beauty (@louboutinbeauty) a

Através de uma mensagem emocional com uma foto na qual o designer pode ser visto bem jovem, porque durante a adolescência ele foi discriminado pela sua cor de pele. “Desde muito jovem, descobri as diferenças na cor da pele; quando era criança, podia ver e sentir que era mais escuro do que a maioria dos meus colegas de escola, mas não me importava naquele momento”, diz o designer francês”, com o meu trabalho escolhi expressar que a pele e os seus tons variados não deveriam criar diferenças, todos nós temos uma cor de pele única e é isso que torna a vida bonita”.

Saint Laurent

 

Ver esta publicação no Instagram

 

Uma publicação partilhada por SAINT LAURENT (@ysl) a

A marca de luxo Saint Laurent optou por escrever uma mensagem num fundo branco: “A discriminação não tem justificativa para acreditar em respeito”, foi o post.

Versace

 

Ver esta publicação no Instagram

 

Uma publicação partilhada por Versace (@versace) a

“Diga não ao racismo”, a mensagem de Versace. E também adicionou uma imagem negra.

Prada

 

Ver esta publicação no Instagram

 

Uma publicação partilhada por Prada (@prada) a

“O Grupo Prada está indignado e entristecido pelas injustiças enfrentadas pela comunidade negra e está em firme apoio e solidariedade contra o racismo. Levantamos as nossas vozes e continuamos a trabalhar com o Conselho de Diversidade e Inclusão para lutar por justiça racial em todos os lugares ”, diz Prada.

Moschino

 

Ver esta publicação no Instagram

 

Uma publicação partilhada por Moschino (@moschino) a

“Liberdade e justiça”, a mensagem de Moschino.

Imagens: Instagram O dia em que o mundo da moda se veste de luto . .
Sem comentários ainda

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será divulgado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.