O que as mulheres querem ouvir na cama…e mais

O que as mulheres querem ouvir na cama…e mais

O que as mulheres querem ouvir na cama…e mais

Uma pesquisa trouxe à tona aquelas palavras que elas gostam de ouvir de um homem quando estão a falar sobre o assunto. E também no que lhe mentem e o que mais valorizam no sexo oposto

Muitas mulheres gostam de ouvir coisas na cama. Que falem com elas. A verdade é que não há nada mais desconfortável do que estar com um homem que não emita nenhum som (a menos que se goste de necrofilia). O mais complicado é obter as palavras certas, pois cada pessoa é um mundo. Há quem prefira que o acima mencionado gema, outras que queiram ouvir palavras obscenas, outras preferem que digam o seu nome…

Para esclarecer essa questão de interesse nacional, ouviremos a voz do povo, ou seja, comprovar o que a maioria diz através de pesquisas. Focamos, neste caso, uma realizada pela marca de jóias australiana Forktip. Os resultados não são muito científicos, sabemos disso, mas entrevistaram 5.000 mulheres, e algo ficou bem claro.

O que as mulheres querem ouvir na cama…e mais

Muitas mulheres gostam que lhes digam coisas na cama. Que falem com elas. “Chama-me papá” (daddy, em inglês). Ver para crer. O fetiche “homem mais velho super especialista com uma jovem inocente” parece continuar a prevalecer hoje, pelo menos no que diz respeito a assuntos horizontais. As mulheres ficam muito excitadas quando lhes chamam “papá” durante o sexo. Isso torna-as, inevitavelmente, submissas, entrando num jogo de hierarquia na cama. É um relacionamento de submissão, de autoridade. A chave aqui, ao que parece, é que ele deve exigir que ela diga isso.

O que as mulheres querem ouvir na cama…e mais

Mas tem mais. A outra coisa que elas querem ouvir no meio das relações sexuais é o quanto a vagina é “bonita” e “boa”. Também querem que o homem lhes digam o quão se estão a divertir e o quanto gostam do coito. Muitos homens acham que não é necessário expressar em palavras o quão empolgados estão, porque “isso é entendido”, mas nada está mais longe da verdade: não há nada mais emocionante do que ouvir de um amante as simples palavras como “eu gosto de o fazer contigo” (“papá” não é tão claro, tudo está dito).

Quanto ao que elas menos gostam de ouvir, segundo a pesquisa, são “coisas estranhas”. Não está muito claro o que elas querem dizer com isso, mas tudo indica que também são frases ou palavras…Estranhas. Por exemplo, que ele grita frequentemente “oh, Deus, oh, Deus”, que gema muito alto, como se estivesse num um filme pornográfico, que ele a insulte demais (“Oh, p***, prostituta…”; nota, um pouco vale a pena, mas não é necessário passar dos limites), e os que falam demais…

O que as mulheres querem ouvir na cama…e mais
A maioria mente sobre o ex

A pesquisa também chegou a outras conclusões interessantes. Uma delas: a maioria mentiu ao parceiro sobre o número de ex que já teve. Especificamente, 79,2% não disseram a verdade. Quanto às infidelidades, 30,9% delas afirmam ter traído seu actual parceiro, enquanto 69,1% dizem que não o fizeram. Curiosamente, 23,8% traíram o seu parceiro com um amigo e 22,4% com um colega de trabalho. As razões da infidelidade? Passar um bom momento, diversão, não fazendo muito sexo ou ter uma vida íntima insatisfatória, ou apenas porque que ele traiu primeiro.

O teste também perguntou às mulheres o que elas gostavam de fazer na cama com os seus parceiros. A maioria respondeu usando brinquedos eróticos, fazendo sexo anal, palavras mais obscenas, fazer sexo em novos lugares ou jogos de submissão.

O menos apreciado pelas mulheres pesquisadas é que ele façam barulhos, tenham um pénis pequeno, ejaculem cedo demais ou mudem de posição frequentemente. O que mais gostam, no entanto, é que eles tenham um pénis grande, uma figura atlética e desportiva e que sejam altos.

Imagens: divulgação O que as mulheres querem ouvir na cama…e mais .
Sem comentários ainda

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será divulgado.

Pode utilizar estas HTML tags e atributos: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.