Os adolescentes, a moda e a resolução de conflitos

Os adolescentes, a moda e a resolução de conflitos

Os adolescentes, a moda e a resolução de conflitos

OPINIÃO – Para que serve a moda aos nossos filhos e como podemos evitar conflitos?

Moda pode ser muitas coisas, depende de quem opine sobre o assunto. Para muitos adolescentes é muito importante, marca as suas vidas e torna-se uma obsessão. Para outros é apenas algo a que não prestam muita atenção. Exactamente o mesmo que acontece com outras pessoas: algumas seguem a moda com muito interesse e até devoção e outras nem sabem o que é preciso.

Dessa maneira diferente de ver a moda, há também a enorme divergência que faz com que alguns vejam essa forma de expressão como cultura e outros não lhe dêem a menor importância.

Mas, independentemente do que todos pensam sobre ela, a moda tem uma presença marcante em famílias onde há adolescentes, ou pelo menos em muitos deles. Essa importância é dada porque muitas vezes se torna uma das principais fontes de conflitos entre pais e filhos.

Frases como “assim vestido não podes sair”, “não me importo com o que os outros pensem, tu não o usarás” ou pensamentos como que as crianças têm um gosto horrível, que não podem combinar cores ou parece que querem causar má impressão é mais do que o habitual entre os pais de adolescentes.

E se a maneira de ir vestido ou vestida causa problemas, o mesmo acontece com os gastos. A obsessão por determinadas marcas, o desejo extremo de usar o mesmo que usam os outros, ou ainda a falta de qualquer pensamento crítico quando alguns adolescentes têm de escolher as roupas que vão comprar também pode ser uma fonte de problemas.

Os adolescentes, a moda e a resolução de conflitos

Para não sofrer estes problemas é importante que os pais dos adolescentes estejam cientes de algo: querendo ou não, a moda faz parte da vida de grande parte dos adolescentes. E não apenas isso, na maioria dos casos, a moda é uma forma muito eficaz de comunicação e desenvolvimento muito eficaz e também uma maneira de mostrar a sua rebeldia.

Além disso, os conflitos por esta causa, embora constantes e pesados, geralmente não são muito importantes porque não afectam seriamente o desenvolvimento pessoal do rapaz ou da rapariga. Evitar ou diminuir esses conflitos é possível. Por isso, é bastante razoável começar por entender quais são as vantagens da moda.

As vantagens da moda

1 – Proteje a identidade. Como forma de expressão que é e quando os adolescentes têm a possibilidade de escolher como se querem vestir e pentear, a moda ajuda-os a definir a sua identidade. E essa é uma questão importante porque a adolescência é o momento em que essa característica da personalidade começa a ser transcendental.

2 – Ajuda-os a pertencer a um grupo. A adolescência é também o momento em que rapazes e raparigas procuram a socialização fora da família. Nesse momento, é muito importante que eles pertençam a um grupo. E a moda ajuda-os a mostrar que fazem parte de uns ou outros grupos ou de movimentos juvenis.

3 – Explora a sua criatividade. Também na adolescência, quando o pensamento abstracto começa a importar nas suas mentes, explorar a sua própria criatividade é importante para os adolescentes. A moda é mais uma fórmula para fazer isso.

Os adolescentes, a moda e a resolução de conflitos

4 – Conhecimento de si mesmo. Com um corpo em mudança devido à puberdade, a moda permite que os jovens conheçam melhor o seu corpo, saibam o que está certo ou errado para eles, o que está a acontecer com eles, tanto do ponto de vista do seu físico como a partir do seu carácter.

5 – Dá-nos informações sobre eles. Muitos adolescentes acompanham celebridades quando se trata de vestir ou pentear os cabelos: cantores, actores ou actrizes, modelos ou simplesmente celebridades. Outros seguem a moda de alguns grupos da subcultura urbana. Em qualquer caso, isso é dar aos pais informações sobre os filhos, sobre o que ou quem eles admiram e quais são os seus interesses. Encontrar informações sobre isso pode-nos ajudar a entender melhor os nossos adolescentes.

Alguns problemas associados à moda

Mas nem tudo é bom e é por isso que o melhor é estar atento a algumas coisas:

1 – Pertencendo a um grupo perigoso. Às vezes, a obsessão por uma moda pode ser o ponto de partida para o adolescente se tornar parte de um grupo perigoso. Esses perigos podem variar desde o consumo de substâncias proibidas até cometer crimes ou participar em actividades arriscadas. Por essa razão, é sempre bom ter em atenção com quem os adolescentes se encontram.

Os adolescentes, a moda e a resolução de conflitos

2 – Gastos excessivos. A obsessão por seguir as modas pode fazer com que os adolescentes não estejam conscientes do custo que supõe. Nesses casos, os seus pais devem explicar e negociar com eles o que podem e não podem ter.

3 – Falta de critérios. A característica da adolescência é que é o momento em que eles estão a começar a formar a personalidade que terão quando adultos e, embora não sejam mais crianças, há momentos em que os seus critérios não são completamente sólidos. As modas com as suas contínuas mudanças podem acentuar essa falta de maturidade.

4 – Conflitos com os pais. Uma das razões para a moda adolescente é diferenciar dos adultos, por isso não é de surpreender que as suas modas muitas vezes colidam com os critérios dos seus pais. Nesses casos, devemos conversar com eles, raciocinar, negociar e chegar a acordos aceitáveis para todos.

5 – Obsessão. Nalguns casos, os adolescentes ficam obcecados com a moda, eles são o que em inglês é chamado de “fashion victims”. Como qualquer outra obsessão, isso pode-se tornar um problema, e é por isso que é bom controlá-lo e, nos casos mais extremos, procurar a ajuda de um terapeuta. Os adolescentes, a moda e a resolução de conflitos

Silvana Moreira

Imagens: divulgação Os adolescentes, a moda e a resolução de conflitos .  .
Sem comentários ainda

Comentários estão encerrados