Os novos jovens com estética aprimorada são… Influencers

Os novos jovens com estética aprimorada são... Influencers

OPINIÃO – A figura do empreendedor millennial nas redes sociais foi corrompida e os influencers são o resultado filtrado e final.

Por volta de 2003 surgiu a plataforma Blogger, que revolucionou a forma de difundir a informação. Dois anos depois, no Dia dos Namorados, foi fundado o actualmente maior site de compartilhamento de vídeos: Youtube. A rede social de fotografia por excelência, que todo o millennial que se preze deve ter este as suas apps favoritas, Instagram, foi lançado em 2010 e actualmente ultrapassa 700 milhões de usuários activos.

Perante a abertura de novas portas, havia muitas pessoas empreendedoras e com engenhosidade que conseguiram fazer uso dessas plataformas como forma de ganhar a vida. No início, o conteúdo era de qualidade, inovador e interessante; as entradas, os vídeos e as publicações tinham uma certa regularidade, o que permitia ao seguidor saber quando poderia encontrar novos conteúdos; e acima de tudo, o que dava mais valor a isso foi o facto de que tudo o que vamos atrás do ecrã era o produto do esforço e da dedicação da pessoa que estávamos a seguir.

Com o passar do tempo, este grupo de jovens privilegiados que basearam a sua forma de vida no sucesso que tiveram nas redes, os chamados influencers, entraram numa espiral de preguiça em termos de produção de conteúdo. A fama que ainda têm, e que aumenta com a passagem do tempo, é baseada numa boa imagem e muito fumo.

Olha tudo o que tenho e o quanto sou feliz

Qualquer ingénuo que saiba pouco disto, que percorra os perfis de qualquer influencer, pode pensar que é real o facto de haverem vidas perfeitas. Viagens para os lugares mais recônditos do planeta e festas de todos os tipos são intercaladas com a promoção de um sem fim de produtos. Todos os tipos de roupas e sapatos, restaurantes, produtos de beleza, hotéis e cerveja, aparecem diante dos nossos olhos, incitando-nos ao seu consumo.

O conteúdo original é relegado para segundo plano. A maneira de ganhar a vida destas pessoas baseia-se unicamente na fidelidade dos seus milhares, senão milhões, de seguidores de todo o mundo. Seguimos imagens vazias que de trabalhar sabem pouco e de estudar ainda menos. Estamos a enfrentar uma nova forma de jovens cujo único valor reside numa cara bonita.

Personagens de imprensa rosa

Outra parte da fama destes personagens é devido à sua capacidade de criar controvérsias e incendiar as redes em questão de minutos. Gravidez, discussões com indirectas sobre as histórias incluídas, trágicas separações ou romances cor de rosa, tudo isso lhes proporcionou o que se podem considerar os novos personagens da imprensa rosa.

A má aceitação das críticas também é característica na maioria dos casos. Como figuras públicas que são, apesar das muitas pessoas que as consideram ídolos, elas sempre terão detratores. Numa variedade de ocasiões, eles não sabem como lidar com críticas e trazem à luz o seu lado mais infantil, como mostrar o dedo médio para uma audiência que os condena.

A data de validade dos influencers como ídolos de massa ainda é incerta. O que não há dúvida é que grande parte da fama que eles detêm não devem a ninguém além de todas aquelas pessoas que não os apoiam e os critica, porque eles conseguem que as suas vidas estejam sempre na ordem do dia.

Paulo Costa

Sem comentários ainda

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será divulgado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.