Prémios PETA Vegan Fitness 2018

Prémios PETA Vegan Fitness 2018

Adidas by Stella Maccartney, The Body Shop e Deliciousy Ella, entre os vencedores
O grupo celebra produtos, atletas e influenciadores compassivos de destaque

Atletas e entusiastas de fitness, de todas as áreas, estão a escolher uma alimentação vegan, afirmando que os benefícios incluem mais energia, melhor digestão e uma recuperação mais rápida. Mas quando se fala em exercício vegan, não se fica apenas pela comida que ingerimos, mas também pelas roupas que vestimos e os produtos de beleza que usamos. A primeira edição dos Prémios PETA Vegan Fitness celebra produtos, atletas e influenciadores compassivos de destaque.

Adidas by Stella McCartney ganhou o galardão de Melhor Mala de Desporto Vegan devido à sua versátil Gym Bag Multi; o blusão Exploration Softshell Jacket da Sweaty Betty com isolamento PrimaLoft recebeu o prémio de Melhor Roupa de Exterior Vegan; e as Ruinette 2.0 Women’s Leggings da Sundried, de tecido de elevada qualidade, ganharam a distinção de Melhores Leggings Vegan. A nutritiva e natural lanche Cacao & Almond Energy Ball da Deliciously Ella foi distinguida com o prémio de Melhor Comida Energética Vegan, enquanto que The Body Shop ganhou o prémio de Melhores Toalhetes Vegan e Livres de Crueldade com o produto purificante Tea Tree Skin Clearing Facial Wipes. O prémio de Melhores Produtos Vegan e Livres de Crueldade Essenciais Para Malas de Desporto foi atribuído a Le Labo, pelo Hinoki Shampoo, Conditioner, e Shower Gel, com inspiração japonesa.

Prémios PETA Vegan Fitness 2018

“Os atuais entusiastas do exercício querem produtos inovadores que os ajudem a manter-se ativos, sem prejudicar os animais ou o ambiente,” diz a diretora de programas internacionais da PETA, Mimi Bekhechi. “Todos os vencedores da primeira edição dos Prémios PETA Vegan Fitness comprovam que o mundo do desporto está a procurar materiais e ingredientes vegan como nunca antes visto.”

Entre outros vencedores, encontra-se Fiona Oakes, três vezes detentora de um recorde mundial, que recebeu o Prémio Atleta Vegan por ser uma corredora e campeã dos direitos dos animais inspiradora; ECONYL, que arrecadou o Prémio Inovação por utilizar fios regenerados a partir de desperdício tal como redes de pesca e carpetes velhas; e Stefanie Moir ganhou o Prémio Influenciador Vegan por usar a sua plataforma NaturallyStefanie para dar um bom exemplo de uma vida saudável e isenta de crueldade animal.

Para mais informações sobre cada categoria e para ver a lista completa de vencedores, por favor, visite o site PETA.org.uk.

Imagens: divulgação
Sem comentários ainda

Comentários estão encerrados