Puma revela nova camisola da seleção dos Camarões

Puma revela nova camisola da seleção dos Camarões

O artista africano MHD e a lenda do futebol africano Roger Milla juntam-se à seleção dos Camarões para o lançamento da nova camisola, celebrando assim o 20º aniversário da parceria com a PUMA.

Nem tudo o que surgiu no início dos anos 90 resistiu à passagem do tempo. Mas as lendas são eternas. Mexendo a cintura como um Casanova, Roger Milla, de 38 anos, tornou-se num ícone improvável no Campeonato do Mundo de 1990. Num dia quente de Junho, sob o sol de Nápoles, o veterano do futebol internacional marca duas vezes na partida dos dezasseis avos de final, contra a Colômbia, colocando assim, pela primeira vez, uma equipa africana nos quartos-de-final dum Mundial. Roger quis celebrar essa conquista com estilo. A sua dança junto à bandeirola de canto, uma mão na barriga e outra levantada para o céu, rapidamente se tornou num clássico. Clássico tal, que um jovem artista francês, que nasceu quatro anos depois, em 1994, lhe dedicou uma música em 2016.

Esta homenagem foi feita por MHD. Conhecido como o “Príncipe do Afrotrap”, o parisiense é uma estrela em ascensão tanto na Europa como em África, enquanto o seus status chega a todo o mundo. Embaixador da PUMA desde abril de 2017, Mohamed Sylla, também conhecido como “MHD”, chegou às mais de 40 Milhões de visualizações no YouTube com a música ‘Roger Milla’, convidando as pessoas a dançar como a lenda dos Camarões. (https://www.youtube.com/watch?v=t_5vx21usLE). Este sucesso musical serviu de inspiração para muitos movimentos “Milla” em festas por todo o mundo, adorado por jogadores de futebol e muitas outras pessoas. É uma ligação geracional entre o futebol dos anos 90 e o futebol de hoje, um hino que combina também o jogo com uma cultura underground e que ilustra na perfeição a influência que a PUMA vem tendo no continente africano nas últimas décadas.

2017 marca o 20º aniversário da colaboração entre a PUMA e a Federação Camaronesa de Futebol. Foi com vontade de celebrar este marco com os campeões africanos e país organizador da próxima CAN 2019, que a PUMA decidiu revelar a nova camisola oficial dos Leões Indomáveis.

Recebido de forma calorosa pela equipa dos Camarões, MHD teve oportunidade de conhecer Eric-Maxim Choupo-Moting (Stoke City), Benjamin Moukandjo (capitão da seleção), Fabrice Ondoa (herói na conquista do título continental no ano passado), o centrocampista Sébastien Siani (KV Ostende) e o jogador do Olympique de Marseille, Frank Zambo-Anguissa. Tanto os jogadores como os rappers estão agora mais próximos que nunca, ligados pelo futebol e música, trazendo a cultura do jogo para a rua e vice-versa. Seja na pista de dança, na consola ou no campo, esta é uma geração que gosta de jogar com estilo, liberdade e chama. Roger Milla estava lá para testemunhar e mostrar a sua aprovação pela adoção e promoção do seu novo movimento de ancas e, ao mesmo tempo, a nova camisola oficial dos Camarões. Uma verdadeira transição – da antiga para a nova geração.

Desenhada para refletir o orgulho e a paixão dos fãs e da nação, a camisola incorpora uma interpretação moderna e impressionante da famosa crista do leão, rugindo. Um emblema verdadeiramente impactante que inspirará e revigorará estes reis leões contemporâneos a jogar sem medo.

A bandeira dos Camarões está representada no colarinho, e esse verde inesquecível reaviva as memórias da primeira vez que vestiu a camisola e viu os heróis da sua seleção na televisão, com Roger Milla a dançar, e a primeira vez que sentiu alegria, pela sua Primeira Paixão.

Além disso, a camisola tem a tecnologia evoKNIT Thermoregulation desenvolvida pela PUMA, um sistema aprimorado de gestão de humidade e refrigeração que ajuda a criar a temperatura perfeita no corpo. Combinado com o seu modelo sem costura, a camisola oferece o melhor ajuste e mobilidade para o melhor desempenho.

Entrando no detalhe, destacam-se os mecanismos de refrigeração colocados em pontos-chave da camisola, que atuam como canais que regulam a temperatura do corpo, enquanto a dryCELL faz a gestão de humidade através de fios do tecido de alto desempenho que evitam a transpiração. Tudo isto num design evoKNIT que proporciona uma leve sensação de “segunda pele” para que o tecido se mova em conjunto com o corpo dos jogadores e não contra ele, permitindo uma maior liberdade de movimentos em campo.

Sem comentários ainda

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será divulgado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.