Quando ocorrem e como acontecem os orgasmos múltiplos

Quando ocorrem e como acontecem os orgasmos múltiplos

Quando ocorrem e como acontecem os orgasmos múltiplos

Todas as mulheres sabem que atingir o orgasmo é uma tarefa que se pode tornar difícil o suficiente para acontecer uma vez durante uma relação sexual, quanto mais duas vezes ou mais vezes. Mas se o facto de ter orgasmos múltiplos pode parecer um mito total, é totalmente real e possível para qualquer mulher.

É importante lembrar que o intervalo entre um orgasmo e outro varia para cada mulher e pode demorar segundos ou minutos.

A mulher demora mais tempo a chegar ao clímax, mas em compensação, é verdade que, por questões funcionais, muitas mulheres são capazes de aproveitar o prazer mais vezes e durante mais tempo ao longo da relação sexual. Têm mais condição de vivenciarem uma sensação mais difusa da sexualidade, por diferentes pontos do corpo

Os orgasmos múltiplos sucedem-se em sequência, durante o mesmo acto sexual, quando a mulher continua a receber estímulos depois do primeiro orgasmo.

Quando ocorrem e como acontecem os orgasmos múltiplos

Se a estimulação persistir durante todo o orgasmo e – o mais importante – tu estiveres altamente excitada, em vez de entrar no período refractário, consegues experimentar picos sucessivos de intenso prazer.

Depois do teu primeiro orgasmo, deves partir para a experiência. Se o teu clítoris está tão sensível que não lhe consegues nem tocar, desvia o foco para o resto do corpo. Experimenta diferentes tipos de estimulação, brincando com os seios ou fazendo com que o teu parceiro te beije por todo o corpo. A ideia geral é manter a excitação da maneira que seja mais prazerosa.

Desta forma, o orgasmo parece não parar e durar muito mais. A impressão é que o clímax chega a um ápice inesgotável. Parece não ter fim – e, de facto, o desejo é esse.

Quando ocorrem e como acontecem os orgasmos múltiplos

Não existe, do ponto de vista anatómico, nenhuma justificação concreta que explique os orgasmos múltiplos. O que está comprovado é que as mulheres demoram mais a chegar ao prazer – por isso os preliminares são tão importantes para elas – mas, uma vez chegadas ao estágio de clímax, as mulheres começam a ter espasmos de prazer, mais curtos e em maior quantidade.

E é esse fenómeno funcional se convencionou chamar de orgasmos múltiplos.

Imagens: divulgação Quando ocorrem e como acontecem os orgasmos múltiplos . .
Sem comentários ainda

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será divulgado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.