Quanto dinheiro há por trás de um “Street Style”

Quanto dinheiro há por trás de um "Street Style"

Os blogues da moda andam ao rubro! Os seus editores vão pela rua a ver os looks das raparigas chamadas “normais”, com bom gosto e cujo estilo chama a atenção, seja por serem atrevidos, ou por serem pura tendência ou por transmitirem elegância ao saber combinar a moda com as nossas próprias possibilidades (em relação ao corpo, etc…).

Os “bloggers” da moda vão pela rua a captar com a sua máquina estas pessoas anónimas com estilo, saber o que usam, se seguem a moda ou não, como combinam as peças/acessórios e como andam vestidas no seu dia a dia. Portanto, tiram-lhes fotos e colocam-nas nos seus próprios blogues. Isto é o “street  style”.

As cifras de dinheiro que se movem no mundo da moda são bastante elevadas, quanto mais for o tema popular ou exclusivo. O “stree tstyle” parece ser o filho rebelde de todo este emaranhado de marcas, empresas e editoriais, graças a pessoas desinteressadas de todas as partes do mundo. Mas no final tanta bondade não é real.

Se formos a essas esferas que as comentava, em especial bloggers como Bryan Boy que logrou ultrapassar 100.000 dólares num só ano, ou a imagem que ganhou a querida Tavi Gevinson, intocável para muitos e questionada por outros tantos, vemos como é que o “street style” alcança cifras de negócios a ter em conta.

Pessoas vulgares hoje, celebridades amanhã
Pessoas vulgares hoje, celebridades amanhã

Segundo o fundador do “The Business of Fashion”, Imran Amed, os fotógrafos cada vez mais procuram mais as imagens dos bloggers relevantes e competem por conseguir as melhores instantâneas que desde logo possam vender a revistas como Vogue ou Harper’s Bazaar, e lucrar com isso entre os 200 e 1000 dólares, ou mais.

Quantidades generosas por uma só imagem de pessoas “anónimas” aos olhos de todo o mundo até à dois dias e que agora, em contrapartida, são tão importantes como alguns rostos populares em quanto a influencia.

O site Fashionista fez um ranking dos actuais blogs de street style mais e a maioria cita Scott Schuman e Garance Doré como referências. Mas outros, mais ou menos conhecidos, também merecem destaque e a visita tanto do público quanto de influentes profissionais da moda, afinal o que se usa nas ruas é uma eterna fonte de inspiração. Aqui vai a lista:

– Garance Doré: www.garancedore.fr
– Bill Cunningham: www.nytimes.com
– Phil Oh: www.streetpeeper.com
– Rei Shito: www.stylefromtokyo.blogspot.com
– Yvan Rodic: www.facehunter.blogspot.com
– Vanessa Jackman: vanessajackman.blogspot.com
– Scott Schuman: www.thesartorialist.blogspot.com
– Tommy Ton: www.jakandjil.com
– Maya Villiger: www.turnedout.tv
– Hanelli Mustaparta: www.hanelli.com

O “street style” é um dos fenómenos mais interessantes dos últimos anos dentro do mundo da moda. A questão é: continuará a sê-lo por muitos anos?

Sem comentários ainda

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será divulgado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.