Rede social desenvolvida pela ATP pretende unir profissionais da moda

Rede social desenvolvida pela ATP pretende unir profissionais da moda

Rede social desenvolvida pela ATP pretende unir profissionais da moda

A ATP – Associação Têxtil e Vestuário de Portugal pretende unir os trabalhadores portugueses na moda e têxtil numa plataforma online. A associação prepara-se para lançar uma rede social destinada aos profissionais da moda portugueses que trabalham fora do país. A iniciativa deve ser lançada ainda este ano.

A nova plataforma foi planeada a pensar no número crescente de portugueses que “ocupam lugares de destaque nas maiores marcas de moda e casas de alta costura internacionais, muitos deles há vários anos sem contacto com Portugal e com a realidade actual da indústria têxtil, vestuário e moda portuguesa”, divulgou a ATP através de um comunicado.

Ainda de acordo com o comunicado divulgado pela associação, a rede social será assente na plataforma LinkedIn e vai permitir criar uma comunidade extensa, dinâmica, em permanente crescimento e actualização. O público vai ter acesso a informação especializada sobre esse sector, assim como sobre as instituições e as empresas que o compõem, o que vai reestabelecer laços e permitirá potenciar negócios entre os utilizadores. A ATP ressalta ainda a importância de promover a excelência do made in Portugal especialmente junto a decisores à escala internacional.

A implementação dessa iniciativa está a ser desenvolvida no âmbito do Fashion From Portugal 4.0 e deve ser lançada no final de Setembro. O Fashion From Portugal 4.0 é um projecto co-financiado pelo Portugal 2020 no âmbito do Compete 2020 – Programa Operacional da Competitividade e Internacionalização, que visa o aumento das exportações da Indústria Têxtil e Vestuário portuguesa.

Imagens: divulgação Rede social desenvolvida pela ATP pretende unir profissionais da moda .
Texto: Geovana Tavares a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a
Sem comentários ainda

Comentários estão encerrados