Resolução para o novo ano: perder peso, mas…

Resolução para o novo ano: perder peso, mas...

OPINIÃO – Depois do Natal, é bom dedicar esta semana a  reflectir sobre o que queremos que 2018 seja para cada um de nós

Aprendi o quão importante é encontrar os erros que foram cometidos no ano que termina. Depois, fiz uma lista de todos os desejos ou propósitos para o próximo ano.

Responde a esta pergunta: como te sentes contigo mesma? Lembra-te de que a felicidade não é externa, criamo-la nós próprias a partir das mudanças pessoais e do olhar com o qual apreciamos a realidade e as situações.

Por isso quando queremos melhorar a nossa saúde ou também nos queremos ver melhor e, no final, diminuir todas esses quilos que nos estorvam. É necessário começar a encontrar as soluções e as respostas desde o nosso interior.

O que aconteceu e que não nos permitiu fazer mudanças na nossa maneira de comer? Porque não nos conseguimos organizar para fazer exercício regularmente? Que há em nós que não possamos implementar e mudar os aspectos da nossa vida e que afectam a nossa saúde?

Ter uma saúde melhor deve ser um dos nossos propósitos para 2018, de repente. De repente a juventude não nos permite ver que é necessário começar a investir numa boa saúde desde tenra idade, sendo que, no entanto, estabelecer um estilo de vida saudável é uma decisão, uma mudança. E como todas as mudanças custam muito, pelo que em primeiro lugar devemos estar conscientes da necessidade e importância em fazer essa mudança.

Ter consciência da necessidade de mudança. Vai-nos permitir tomar a decisão de fazer mudanças que se reflectem sobre a saúde e no nosso corpo. Por exemplo, muitos são excesso de peso ou nível de açúcar no sangue elevado, sendo que o grande problema é consumir excesso de açúcar nas bebidas

O que não sabemos, ou não percebemos, é que cada copo ou lata de 33 cl tem cerca de 10 colheres de chá de açúcar, e quando faço a soma de toda a quantidade de açúcar que consumo e visualizo, comparo-a com as 2 colheres de chá que colocaria num limonada caseira podendo dizer que algo não está certo. Resolução

Depois, sabendo o que acontece, o que fazemos de errado e o que isso implica, decide se bebemos ou não… Se continuarmos a cometer o mesmo erro, não é a dieta que não funciona: é há algo que não permite uma mudança.

Também pode ser que, com todas estas análise, nos possamos aperceber que o excesso de açúcar nos deixa doente. Consequentemente retiramos as bebidas doces do nosso esquema de alimentação e começamos a ver os resultados.

Eu e tu. Se queremos melhorar o nosso estilo de vida  devemos analisar em detalhe a nossa maneira de comer e viver. Estar consciente dos nossos erros, procurar maneiras de os melhorar e começar mudar o mais rápido possível.

Maria Castro

Sem comentários ainda

Comentários estão encerrados

Tendências Online Portugal Shopping Online Ignorar

Copy Protected by Chetan's WP-Copyprotect.