Rihanna polémica para Vogue Arabia

Rihanna polémica para Vogue Arabia

As pessoas estão irritadas por Rihanna posar para uma capa de uma revista árabe

Rihanna está sob fogo pela sua recente capa da Vogue Arabia. A cantora de 29 anos, que posou para a edição de Novembro da publicação, está a ser duramente criticada por representar uma revista árabe, apesar de não ser árabe – críticas que outras celebridades não-árabes e modelos enfrentaram em capas passadas.

A capa apresenta Rihanna imitando a Rainha Nefertiti, Egípcia real do ano 1300 A.C., com casaco de pele de cobra, sombra azul metálico nos olhos, uma coroa azul e dourada a imitar a usada por Nefertiti.

E, embora Rihanna, que por coincidência tem uma tatuagem de Nefertiti na sua caixa torácica, vir dezenas de comentários positivos sobre a sua capa digna de uma princesa, a cantora também enfrentou críticas que acreditam que uma modelo árabe ou egípcia deveria ter posado para a capa. (Rihanna tem descendência barbadense, irlandesa e afro-guianense – áreas não consideradas parte do mundo árabe).

A reacção variou de chamadas de apropriação cultural (considerando que Rihanna estava a retratar uma egípcia, apesar de não ser egípcia) até ao facto da Vogue Arabia perpetuar a noção de que os negros e os africanos são intercambiáveis.

Sem comentários ainda

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será divulgado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.