Sobem as exportações de têxtil e vestuário em Portugal

Sobem as exportações de têxtil e vestuário em Portugal

Quase 3,2 mil milhões de euros é o valor a que as exportações do sector têxtil e vestuário ascenderam nos sete primeiros meses de 2017, mais 4,3% do que em igual período do ano passado, de acordo com a Associação Têxtil e Vestuário de Portugal (ATP).

O saldo da balança comercial do sector ascendia, em Julho, a 792 milhões de euros, o que se traduzia numa taxa de cobertura de 133%.

As exportações para os destinos fora da União Europeia cresceram quase 11%, com destaque para os Estados Unidos (mais 13%), Angola (58%), Brasil (93%), China (20%) e República da Coreia (86%). Na União Europeia, realce para França (mais 6%), Espanha (2%), Itália (12%), Alemanha (5%) e Holanda (com mais 10%). Os principais destinos foram a Espanha, a França, a Alemanha e o Reino Unido.

As exportações de vestuário de malha aumentaram 4%, num acréscimo de 51 milhões de euros, enquanto as de tecidos impregnados, revestidos, recobertos ou estratificados e têxteis de uso técnico cresceram 13,3%, num aumento de 17 milhões de euros.

Outros produtos estiveram, porém, em evidência de Janeiro a Julho de 2017, indica a ATP. É o caso do vestuário em tecido, com mais 2,5% e 15 milhões de euros, e das fibras sintéticas ou artificiais descontínuas, com 7% e dez milhões de euros. Destaque ainda para pastas, feltros e artigos de cordoaria, com mais 6% e 9,4 milhões de euros, e para matérias-primas de algodão, com 9,2% e 9,3 milhões de euros.

Fonte: T&N Portugal Logistics
Sem comentários ainda

Comentários estão encerrados