Somos todos influenciadores?

Somos todos influenciadores?

Somos todos influenciadores?

Liliana Santos, Tiago Froufe, Nuno Agonia e Susana Ribeiro, profissionais da era digital, juntaram-se para falar sobre as suas experiências profissionais no mundo digital. A discussão sobre o futuro do trabalho decorreu estes dois últimos dias, 19 e 20 de setembro, na Alfândega do Porto.

“Ser influenciador é uma profissão?” Nos dias de hoje, cerca de 20 milhões de pessoas são consideradas influencers, fazendo das redes sociais a sua atividade principal, ou seja, a fonte de rendimentos. Como é ser influenciador? Quantas horas trabalham? Como se organizam? Somos todos influenciadores?

Tiago Froufe, responsável pela agência Luvin, que em 2013 decidiu dedicar-se ao mundo digital, acredita que sim. Para o responsável pela agência Luvin, “todos nós acabamos por ser influenciadores”.  Para Liliana Santos, atriz e modelo, a entrada no mundo dos influencers deveu-se à necessidade de visibilidade que a profissão exige que já lhe dá projeção no mundo real, exponenciando a sua influência no virtual. Entende que “é uma ferramenta mais fácil não só para chegar aos seus fãs, mas também a todos os utilizadores das redes”.

“O que acontece no digital é que as nossas audiências são bastante maiores“, remata. E Nuno Agonia, conhecido pelos seus tutoriais e unboxings, é uma das provas disso. Já conta com mais de 1,2 milhões de seguidores no Youtube. Susana Ribeiro utilizou o blogue viajecomigo.com para mudar de vida. Dedica 90% da sua vida profissional ao blogue, ficando apenas 10% dedicados ao jornalismo enquanto freelancer. Nesta plataforma, dá dicas de viagem a todos os seus seguidores e promove o turismo português. Diz que ainda está a “adaptar-se à palavra blogger, quanto mais influencer“.

Afinal, o futuro do trabalho chegou. Estamos preparados? A segunda edição do Congresso Internacional Labour 2030 trouxe para a ordem do dia os temas que se tornaram incontornáveis no âmbito das alterações ocorridas no direito laboral na era do empreendedorismo, da robótica e da inteligência artificial. Mais de 150 oradores, oriundos de mais de 30 países, trocaram experiências no Labour 2030 – Work Innovation, Are You Ready? The Future Digital. And it’s On! 

Sem comentários ainda

Comentários estão encerrados