Sustentabilidade é a grande bandeira From Portugal na 50ª Heimtextil

Sustentabilidade é a grande bandeira From Portugal na 50ª Heimtextil

Sustentabilidade é a grande bandeira From Portugal na 50ª Heimtextil

A celebrar meio século, a mais importante feira mundial de têxteis lar acolhe, de 7 a 10 de Janeiro em Frankfurt, na Alemanha, mais de 3000 expositores de todo o mundo. A comitiva portuguesa far-se-á representar em peso, com cerca de meia centena de produtores, concentrados em três fóruns especiais, onde os têxteis sustentáveis prometem atrair todas as atenções

FERREIRA & FILHOS – ACL IMPEX – ADALBERTO ESTAMPADOS – ALLCOST – AMR – ANTÓNIO SALGADO – APERTEX – B.SOUSA DIAS – BOVI – COTON COULEUR – DOCOFIL – DOMINGOS DE SOUSA – ESCARPA – FÁBRICA DE TECIDOS DO CARVALHO – FATEBA – FELPINTER – GIESTAL – INUP – J.F.ALMEIDA – LAMEIRINHO – MASSAL – MI CASA ES TU CASA – MIGUEL ANTUNES FERNANDES – MORETEXTILE – MUNDOTEXTIL – NEIPERHOME – NOSDIL –PARALELLCOTTON – PEREIRA DA CUNHA – PISCATEXTIL – PIUBELLE – ROSACEL – SAMPEDRO – SOREMA – SOTEGUI – TÊXTEIS GIESTAL – TÊXTEIS PENEDO – TINTEX – TRAÇOS SINGELOS – VILLAFELPOS

A sustentabilidade é uma das grandes bandeiras da próxima edição da Heimtextil que conta com um programa de aniversário intenso. Entre os dias 7 e 10 de janeiro, a icónica feira alemã celebra 50 edições e vai marcar a data com uma série de workshops, novas áreas de exposição, uma festa noturna e exposições comemorativas.

Portugal segue as preocupações da organização da feira e leva a Frankfurt dois fóruns “The Portuguese Home Tex’Style” com produtos inovadores da indústria portuguesa. A comitiva From Portugal, organizada pela Associação Selectiva Moda, conta com a presença de um vasto grupo de empresas, composto por A. Ferreira & Filhos, ACL Impex, Adalberto Estampados, Allcost, AMR, António Salgado, Apertex, B.Sousa Dias, Bovi, Coton Couleur, Docofil – Domingos de Sousa, Escarpa, Fábrica de Tecidos do Carvalho, Fateba, Felpinter, Giestal, INUP, J.F.Almeida, Lameirinho, Massal, Mi Casa Es Tu Casa, Miguel Antunes Fernandes, Moretextile, Mundotextil, Neiperhome, Nosdil, Paralellcotton, Pereira da Cunha, Piscatextil, Piubelle, Rosacel, Sampedro, Sorema, Sotegui, Têxteis Penedo, Têxtil Giestal, Tintex, Traços Singelos e Villafelpos.

Desta vez haverá ainda um terceiro espaço organizado em parceria com o CITEVE que leva à edição 50º da Heimtexil o fórum Green Circle, revelando o que de mais inovador está a ser feito na indústria têxtil nacional ao nível da sustentabilidade. O secretário de Estado da Economia, João Correia Neves, irá visitar os expositores portugueses na feira internacional.

Desde 2018 presente na HEIMTEXTIL com stand próprio, a empresa portuguesa Allcost promete “apresentar novidades ao nível do produto e com um foco na sustentabilidade”. Ângela Cadeia, Export Sales Director conta que “o volume de negócios internacional da Allcost tem vindo vindo a crescer de 49% em 2018 para mais de 65% em 2019, estamos certos que a presença na Heimtextil 2020 irá contribuir não apenas para aumentar mas também consolidar este crescimento ao longo dos próximos anos”. Para além da consolidação dos mercados europeus, nomeadamente do mercado escandinavo, Inglaterra e Suíça, a empresa espera fazer novos clientes durante a próxima edição da feira em Frankfurt.

Expectativas partilhadas pela Apertex que pretende “bater os números das edições anteriores”.  De acordo com David Ribeiro, Gestor Comercial, “a Heimtextil continua a ser a feira de maior importância do sector. É um evento que é uma referência e que nesta edição celebra o 50º aniversário, um número que só por si é sinónimo da grandiosidade e importância do certame. É o evento em que mais compradores e expositores de todo o mundo se juntam, e onde por vezes temos possibilidade de encontrar alguns clientes que só os vemos anualmente”. Com uma gama de produtos que abrange todas as categorias de têxtil-lar a APERTEX não nega que o foco nesta edição “será como habitual a roupa de cama”.

A participar na Heimtextil há três edições a Rosacel Home Textiles, garante que “qualquer feira que façamos é sempre feito um trabalho de casa prévio, desde apresentação da empresa a pesquisa de novos contactos. Esse trabalho traz sempre resultados o que nos permite levar já uma lista prévia de reuniões marcadas com novos clientes. Por outro lado, temos sempre os nossos atuais clientes que nos visitam para conhecer a coleção”. Helena Machado, International Sales Manager, diz que a empresa vai levar a Frankfurt, para além da base 100% algodão, “uma coleção feita com linho, bamboo, poliéster repreve, entre outras matérias-primas nobres, tendo sempre em conta a relação qualidade/preço”.

Mais experientes na Heimtextil, a B.Sousa Dias &Filhos, que conta com mais de trinta participações na feira, espera “ver os compradores dos outros continentes, que habitualmente se deslocam à Europa no mês de Janeiro”. Fernando Dias, administrador, não tem dúvidas que a Heimtextil é “a mais importante no ramo” e, por isso a empresa portuguesa leva a Frankfurt “a nova coleção 2020, tanto a coleção para private label, como a coleção para o retalho”.

Também há cerca de trinta anos a marcar presença na maior feira de têxtil lar, a Sampedro considera “obrigatória” a presença na Heimtextil. Simão Moreira Gomes, presidente da empresa, conta que a coleção é sempre muito grande e que trabalham “segmentos de cama, mesa e banho com artigos em jacquard, dobby e estampados, em variadíssimas contexturas e diferentes composições”. Em Janeiro, como já é habitual na Sampedro, vão apresentar “vários artigos em linho, misturas de linho com algodão e 100% algodão. Como nos preocupamos com a sustentabilidade, vamos também apresentar algodões orgânicos, fios com fibras recicladas, misturas com cânhamo e bambu e tecidos com fios tingidos com corantes naturais”.

Sustentabilidade é a grande bandeira From Portugal na 50ª Heimtextil

Visão semelhante tem Pedro Gama, Diretor Comercial da Fateba, para quem a Heimtextil “continua a ser a feira de têxteis-lar mais relevante no cenário internacional”. A empresa portuguesa irá apresentar “produtos têxteis/jacquard de mesa e cozinha” e espera, com as novidades a apresentar “angariar novos mercados e reforçar os já existentes”.

100% exportadora, a Coton Couleur acredita que a coleção que levarão a Frankfurt de 7 a 10 de Janeiro “irá com toda a certeza chamar a atenção do público em geral”. Esta é a crença de Carlos Carvalho, CEO da empresa portuguesa, que revela que o grande destaque “será uma cama com roupa de cama sustentável, para além de toda uma panóplia de não só cores novas com novos valores acrescentados, bem como materiais e texturas novas e estampados”. A Coton Couleur espera assim consolidar o mercado europeu e ainda “ter compradores dos EUA, bem como Asiáticos, que vem aumentando ao longo dos últimos anos, nomeadamente Japoneses, Coreanos e também Australianos, entre outros”, conclui o CEO da empresa.

A Textêis Penedo. espera “manter o nosso posicionamento de mercado, com a apresentação dos nossos produtos inovadores com a qualidade elevada que a nossa empresa fabrica. Esperamos encontrar potenciais compradores de todo mundo” na próxima edição da HEIMTEXTIL. Para Xavier Leite, CEO da empresa, “trata-se da principal montra de têxtil lar do mundo, representando uma das melhores oportunidades para mostrarmos o que de melhor fazemos” e,por isso, a empresa portuguesa leva a Frankfurt “várias novidades em todas as linhas da nossa oferta para o Lar, hotelaria e decoração, com algum destaque para os produtos fabricados com o nosso fio Cork-a-Tex”.

Sustentabilidade é a grande bandeira From Portugal na 50ª Heimtextil

Também a Villafelpos parte para Frankfurt com objetivos bem claros. “É uma feira têxtil a nível mundial e é sempre bom estar presente. Já temos reuniões marcadas e este ano vamos apresentar uma nova colecção, com uma gama de produtos diferenciados”, adianta Cristina Galvão, diretora comercial da empresa de Guimarães, sem revelar mais detalhes sobre as novidades a serem apresentadas na feira.

Menos positivos com o panorama internacional estão os responsáveis pela A.Ferreira & Filhos/Homania que esperam “regressar mais animados” de Frankfurt para onde levarão a “última coleção feita especialmente para a HEIMTEXTIL Inverno 2020, soluções eco sustentáveis…”. Noel Ferreira não tem dúvidas de que este é “o maior certame mundial do género. É a participaçãoo que menos dúvidas oferece do ponto de vista do private label”, conclui.

A participação das empresas portuguesas na Heimtextil é uma iniciativa da Selectiva Moda e da ATP – Associação Têxtil e Vestuário de Portugal, que visa promover a internacionalização das empresas portuguesas da área da Moda. O projeto “From Portugal” é co-financiado pelo Portugal 2020, no âmbito do Compete 2020 – Programa Operacional da Competitividade e Internacionalização, tendo um montante de apoio elegível de 11.042.311,82 €, dos quais 6.065.501,91 € são provenientes da União Europeia, através do Fundo Europeu de Desenvolvimento Regional.

Imagens: From Portugal Sustentabilidade é a grande bandeira From Portugal na 50ª Heimtextil  . .
Sem comentários ainda

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será divulgado.

Pode utilizar estas HTML tags e atributos: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.