Tatuagem: pessoal e intransmissível – todos os cuidados a ter

Tatuagem: pessoal e intransmissível – todos os cuidados a ter

Tatuagem: pessoal e intransmissível

Os cuidados a ter logo após a execução de uma tatuagem são muito relativos, dependendo em parte do profissional e também da resposta que cada organismo apresenta a determinado tratamento. No entanto, determinados cuidados nunca devem ser descurados em qualquer circunstância.

Antes de mais devemos ter em conta que uma tatuagem é uma ferida aberta no nosso corpo e, como tal, pode ser vítima de algum organismo presente no ambiente e que nos provoque uma infecção que, no mínimo, afecta o resultado final.

É por demais sabido no mundo da tatuagem que os corpos e os seus sistemas imunológicos variam de tal forma que, o que pode ser um bom método de cicatrização para alguns clientes, pode criar graves transtornos noutros.

Apesar de tudo, procuramos criar uma espécie de compêndio básico sobre os cuidados de uma tatuagem, tendo em conta aspectos tão primordiais como a higiene e a hidratação da mesma.

Tatuagem: pessoal e intransmissível – todos os cuidados a ter
HIGIENE

Numa primeira instância e a atitude mais correcta para prevenir uma possível infecção, é procurar uma higiene perfeita na zona apesar de, em circunstância alguma, se efectuar de forma exagerada.

Tatuagem: pessoal e intransmissível - todos os cuidados a ter
Tatuagem: pessoal e intransmissível

O mais recomendável é lavar a zona com sabão de PH neutro e destinado especificamente para este fim. O mesmo deverá ser guardado cuidadosamente num local higiénico ou envolto em película plástica aderente, para se conservar afastado de microrganismos e agentes externos que poderão afectar a sua inocuidade.

É preferível passar o sabão com as mãos limpas em água morna, provocando assim a dissolução deste, e logo a seguir massajar a zona tatuada até remover todo o excedente de tinta e solventes que o corpo vai eliminando. Uma vez finalizado este passo deve-se secar a ferida suavemente com um lenço descartável. Nunca se deve efectuar este gesto de maneira brusca ou ainda roçar o lenço na zona.

Este processo deve ser repetido cerca de 3 a 4 vezes por dia (durante a primeira semana) uma vez que para além de evitar infecções vai libertando a crosta lentamente, evitando que esta seque e se descole bruscamente.

O MAIS BÁSICO

É importante evitar o uso de outros tipos de sabões uma vez que, os perfumes que têm a maioria, podem irritar a pele. Por outro lado nunca se deve tocar na tatuagem sem previamente lavar as mãos.

Para quem realizar uma actividade física ou desporto é recomendável que limpem a zona no final, uma vez que o suor larga salitre ácido que irrita a ferida.

Os banhos de imersão de qualquer tipo, tanto na banheira como na piscina, rio ou mar, não são recomendados em absoluto uma vez que a exposição à água pode abrandar o processo de cicatrização mais do que o adequado.

É também importante manter a ferida longe do pó e não a expor a ambientes nos quais a sujidade abunde.

HIDRATAÇÃO

Outra parte importante do processo de cicatrização é precisamente manter o nível de humidificação na pele, sendo aqui que surgem as maiores divergências. O facto de manter uma tatuagem hidratada deve-se a que, desta forma, se evite que a crosta se torne demasiado dura arrastando partículas de tinta que deveriam permanecer debaixo de algumas camadas de pele durante o seu desprendimento. Este facto pode produzir desagradáveis faltas de cor no desenho Até à bem poucos anos atrás, os profissionais recomendavam o uso de vaselina sólida para manter a zona hidratada, processo que alguns artistas sustentam ser ainda o melhor. No entanto, está cientificamente comprovado que a vaselina pela sua densidade pode obstruir os poros, uma vez que forma uma película quase plástica na pele.

Tatuagem: pessoal e intransmissível - todos os cuidados a ter
É frequente o aparecimento de infecções depois de uma fazer uma tatuagem

Não se deve esquecer que este produto se extrai como derivado do petróleo e que o seu uso frequente sobre a pele trouxe, em mais do que uma ocasião, reacções alérgicas com alguma gravidade (sendo que estas desapareciam ao fim de alguns dias com a paragem da utilização do produto e terapia adequada).

Outro possível agente hidratante é constituído pelos tão habituais cremes para a pele, sempre e quando estes forem de PH neutro e não possuam nenhum tipo de perfume ou álcool. De entre todos destacamos o mais conhecido: Nívea, que sempre produziu bons resultados.

A partir deste ponto é possível alargar para uma variante que se está a usar muito hoje em dia nos estúdios de tatuagem na altura de recomendar “um método de cicatrização”, que é constituído por pomadas ou cremes os quais possuem algum tipo de antibiótico.

Desta maneira o organismo recebe uma ajuda para acelerar eficazmente o cuidado com a cicatrização da ferida. Deve-se no entanto considerar que este tipo de produtos apresenta algum risco, como alergias ou outros problemas cutâneos.

De qualquer das formas e em todos os casos o creme ou a pomada devem-se aplicar sempre que se lave a ferida ou ainda em todas as ocasiões em que se perceba que a pele está demasiado seca ou com pintas avermelhadas.

POMADA OU CREME

Seja qual for a pomada que se vá aplicar e independentemente das instruções do profissional, deve ser aplicada a partir da primeira lavagem da tatuagem e até que se desprenda toda a crosta.

Uma vez caída toda a crosta é recomendável continuar a humedecer a pele durante pelo menos mais um mês, sendo no entanto mais saudável se a hidratação for ainda mais prolongada. Desta maneira a pele recuperará a sua forma e suavidade para além das cores da tatuagem assentarem com maior facilidade. Para o efeito pode-se usar qualquer tipo de pomada que seja ao mesmo tempo hidratante e humidificadora. A higiene das mãos é fundamental na altura de aplicar o produto e acima de tudo nunca coçar a zona enquanto está a cicatrizar, por mais comichão que se sinta, visto que poderiam sair partes da crosta e juntamente com elas parte do desenho efectuado, para não mencionar o potencial risco de infecção associada. É preferível aplicar uma leva camada de um produto apropriado para à situação.

Tatuagem: pessoal e intransmissível - todos os cuidados a ter
O uso de material esterilizado e adequado é um passo fundamental

Outra regra fundamental, e sem excepção; não se deve expor a tatuagem ao sol até pelo menos um mês da sua realização. Para ir a uma piscina ou praia sem preocupações, basta aplicar sobre o desenho uma boa capa de protector solar de factor elevado, sempre e quando a crosta tenha saído. Caso contrário nunca se deve expor a tatuagem ao sol.

É ainda recomendável proteger a tatuagem dos raios solares durante toda a vida com um bom protector, uma vez que deste modo a sua qualidade se mantém durante muito mais tempo.

É essencial para quem faz uma tatuagem se recordar que as recomendações do profissional estão baseadas nas suas experiências em longos anos de trabalho. Não se deve em caso algum ligar às opiniões dos amigos, familiares ou ainda pessoas alheias ao tema. Provavelmente não terão os mesmos conhecimentos.

Tatuagem: pessoal e intransmissível - todos os cuidados a ter
O processo de tatuagem continua em casa

Em caso de qualquer anomalia ou sintoma não especificado, é necessário entrar em contacto com o profissional que executou a tatuagem e, se necessário, recorrer a um profissional de saúde.

O USO DE PENSOS

Recentemente foi imposto um método de cicatrização colocando um penso na tatuagem para a proteger de agentes infecciosos. Geralmente são aplicados pensos de gaze ou papel. Em ambos os casos se desprendem partículas (fibras de tecido e celulose) que se pegam á crosta provocando infecções. Por outro lado também é preciso ter em conta que estes materiais se tendem a colar à ferida sendo assim mais difícil trocar o penso, e paralelamente dificultando a cicatrização porque pode trazer “bocados” de crosta agarrados.

CONCLUSÃO Tatuagem: pessoal e intransmissível – todos os cuidados a ter

Seja qual for o método escolhido ou seja qual for a recomendação do profissional, é necessário ter em conta que os cuidados da tatuagem são fundamentais para conseguir um bom resultado.

Não termina tudo quando o tatuador desliga a máquina, o individuo se olha ao espelho e vê como fica o desenho, antes de lhe colocarem o penso.

O processo de tatuagem continua em casa com um cuidado responsável e até mais além da sua cicatrização. Isto afecta a qualidade visual da mesma no presente e no futuro.

Tudo depende dos cuidados que se têm…

Imagens: divulgação Tatuagem: pessoal e intransmissível – todos os cuidados a ter .
Sem comentários ainda

Comentários estão encerrados