Tecidos Portugueses inspiram a próxima estação

Com um portfólio seleccionado criteriosamente, a mais antiga feira internacional dedicada aos tecidos e acessórios, Munich Fabric Start, apresenta a sua primeira edição anual de 30 de janeiro a 1 de fevereiro, no seu palco habitual, o Munich Order Center. As tendências portuguesas que irão marcar a primavera/verão 2019 estarão representadas por 17 empresas nacionais, 11 das quais apoiadas pela Associação Selectiva Moda.

O Munich Order Center abre as suas portas de 30 de janeiro a 1 de fevereiro, para receber a primeira edição de 2018 da feira alemã Munich Fabric Start. A comitiva portuguesa apoiada pela Associação Selectiva Moda, no âmbito do projecto de internacionalização From Portugal, é composta por 11 empresas: A.Sampaio&Filhos – Albano Morgado – Familitex – J. Areal – Luís Azevedo – M.M.R.A. – Sanmartin – Sidónio Malhas – Texser – Tintex Textiles – Trifitrofa .

Especialista em malhas, a M.M.R.A. expõe em Munique as suas principais novidades e tendências, onde destaca «riscadores e matérias-primas recicladas». A empresa tem como principais objectivos «ampliar e consolidar a carteira de clientes internacionais e consolidar a experiência em mercados difíceis, como o alemão», explica Ricardo Monteiro, export sales da empresa.

Presença habitual no certame, a Sanmartin, especialistas em tecidos de cerimónia e de noiva, revela as suas principais tendências para a próxima estação quente. «A nossa nova coleção irá apresentar influências da natureza, como elementos florais 3d e urbanos, que remetem para elementos metálicos. Prints com padrões geométricos e cores vibrantes, serão os conceitos desta estação», revela Inês Mendes. Quanto às expectativas, são positivas «atuais e potenciais clientes demonstram bastante interesse em visitar-nos em Munique.

Esperamos ter feedback positivo dos nossos clientes face à nossa nova coleção de noiva e alta-costura, esta é sem duvida uma feira que dá oportunidade para a prospeção de novos clientes, reforçando assim a presença da Sanmartin como uma empresa portuguesa importante no sector da moda e da alta-costura internacional», acrescenta.

Assídua na feira alemã, a especialista em tecidos camiseiros, Texser, apresenta as suas propostas para a primavera/verão 2019, onde a utilização de fios especiais, como moulinés, botonés, fios estampados, nep’s, é o principal destaque. José António Ferreira, director de exportação da Texser destaca também «a oferta de tecidos Delavés, que têm tido uma reactividade muito interessante junto das marcas». Para além disso, salienta a importância deste mercado «estamos presentes na Munich Fabric Start há cerca de 8 edições, trata-se de um mercado muito dinâmico e em contínuo desenvolvimento para a empresa, que procura a partir deste evento, consolidar e potenciar a sua presença junto dos clientes».

A empresa de Cerveira, Tintex, considera que o posicionamento da Munich Fabric Start é

consonante com o da Tintex. «A Alemanha e mercados do Norte da Europa, em geral, valorizam especialmente propostas de qualidade premium, com design clean, inteligentes e sustentáveis. E não é de mais referir que a nossa oferta tem essas características e que mais especificamente 90% da colecção da TINTEX é eco – responsável», sublinha Mário Jorge Silva, administrador da empresa. Para a primavera/verão 19 a marca portuguesa apresenta uma coleção sensorial, interactiva e sustentável. «Destacamos a introdução de novos “ingredientes” na composição dos artigos que materializam o conceito de bem-estar, este é um verdadeiro benefício procurado pelos consumidores na contemporaneidade. Os acabamentos têm um papel fundamental na exploração de aspectos tácteis duais – extra-soft ( Soap Touch), quebradiço ( Crispy Paper by TINTEX) ou pelo contrário com grão ( B.CORK by TINTEX)», acrescenta.

Estreante em Munique, a Trifitrofa viaja até à cidade alemã munida para apresentar a sua ampla oferta de fios, com destaque para os «fios em 100% algodão penteado, orgânicos e mesclas». João Lima, sublinha a importância deste mercado «o mercado alemão é bastante importante para as nossas vendas, o nosso principal objectivo será aumentar as exportações e angariar novos clientes neste mercado».

Estarão ainda presentes mais 6 empresas portuguesas: Brito & Miranda – Paulo de Oliveira – Penteadora – Riopele – Somelos Tecidos e Tessimax.

O certame alemão Munich fabric Start conta com duas edições anuais, mais de 1000 expositores oriundos de 35 países e cerca de 20 mil visitantes internacionais. A feira apresenta 8 espaços de exposição distintos, distribuídos por 5 halls. Especial destaque para o espaço Keyhouse uma área da feira com uma vertente de inovação muito forte, que coloca em destaque os têxteis inteligentes, a sustentabilidade, as novas tecnologias e as tendências de futuro.

A participação destas 11 empresas portuguesas na Munich Fabric Start é uma iniciativa promovida pela Selectiva Moda e pela ATP – Associação Têxtil e Vestuário de Portugal, que visa promover a internacionalização das empresas portuguesas da área da Moda. O projeto From Portugal é co-financiado pelo Portugal 2020, no âmbito do Compete 2020 – Programa Operacional da Competitividade e Internacionalização, tendo um montante de apoio elegível de 12.118.285,17€, dos quais 6.695.352,55 € são provenientes da União Europeia, através do Fundo Europeu de Desenvolvimento Regional.

Sem comentários ainda

Comentários estão encerrados