Se tem tempo, porque não tratar do cabelo em casa?

Se tem tempo, porque não tratar do cabelo em casa?
Apresentamos algumas ideias de penteados fáceis e certeiros para resolver o assunto sem sair de casa e… poupar dinheiro.

Mas será que fica bem? Vejamos:

Rabo-de-cavalo: Um que está bem na moda é o rabo-de-cavalo bem puxado, sem nenhum fio para cima. Para isso, utilize gel ou spray, alise as pontas e pegue numa mecha de cabelo para enrolar em volta do elástico usado para prender os cabelos. E aqui cuidado: utilize elásticos apropriados para o cabelo. Deixar uns fios soltos ou utilizar a franja lisa é óptimo para o penteado não ficar tão simples. “O rabo-de-cavalo baixo também voltou em força e deve ser usado de lado, não para trás como antigamente.

Se tem tempo, porque não tratar do cabelo em  casa?

– Abuse dos adereços: Presilhas, redes e grampos são acessórios de baixo custo e podem ser encontrados facilmente. As redes para cabelos bem finas existem em várias tonalidades, com custo muito reduzido e podem ser utilizadas nos “coques” para deixá-los limpos, sem nenhum fio para fora.

– Para cabelos ondulados: Lave os cabelos, seque bem e quando eles estiverem quase secos, passe um pouco de mousse nas pontas. Em seguida, torça os fios para formar um “coque”. Deixe secar dessa maneira e solte após alguns minutos. As madeixas ficarão aneladas. Também pode passar levemente o “baby liss” para marcar alguns cachos. Se não quiser usar os cabelos soltos, pegue duas mechas laterais e prenda com uma presilha.

Este penteado tem que ser realizado em fios que já possuam certa ondulação.

– “Coques” e Tranças – “Coques” e tranças laterais também são muito utilizados actualmente. São extremamente fáceis de fazer e deixam a mulher linda e elegante.

Se tem tempo, porque não tratar do cabelo em  casa?

Mas os nossos conselhos não ficam por aqui. Outra aplicação que pode fazer em casa, com cuidado e paciência, é pintar os cabelos. Mas como para não fazer asneira?
Antes de tudo, precisa definir a cor dos seus próprios cabelos. Existem dois tipos, a natural, que varia do preto ao louro claro, e a cor cosmética, caso a pessoa já seja usuária de coloração. Isso é fundamental para a escolha do tom a ser aplicado.

Coloração estabelecida, é hora de escolher a fonte do seu novo “look”.O tipo de produto utilizado vai depender do efeito que quer alcançar. “O champô tonalizante e coloração sem amoníaco são indicados para quem quer alcançar resultados leves. Ambos disfarçam até 50% dos cabelos brancos. Já as tintas permanentes ou com amoníaco escurecem, mantêm ou clareiam a cor natural em quatro tons, oferecendo 100% de cobertura dos brancos. Todos deixam os cabelos tratados, com vida e macios. Pois bem, escureça, mude de cor e, se vai subir o tom, não é bom arriscar à primeira. A tinta normal é capaz de clarear de dois a três tons com coloração, enquanto a especial clareia um a mais.

Se tem tempo, porque não tratar do cabelo em  casa?

Como pintar o cabelo não é brincadeira, precisa verificar se não existem problemas entre a sua pele e os componentes do produto. Assim deve-se colocar três gotas da solução colorante num recipiente não-metálico. Misture seis gotas de creme revelador até que a solução fique homogénea. Depois, limpe a região do antebraço ou atrás da orelha, aplique a mistura e deixe agir por 40 minutos. Por fim, lave o local e aguarde 24 horas. Na ausência de qualquer sinal de irritação, vá em frente!

No entanto, na dúvida quanto à sua futura cor ou como ela ficará nos seus cabelos, faça o teste da madeixa que, para todos os efeitos, é por prevenção – conveniente também para quem está sempre a alterar a cor. Prepare um pouco do produto como se fosse utilizá-lo. Separe uma madeixa da parte de trás da cabeça e aplique a mistura. O tempo de remoção varia de acordo com as instruções de cada produto. Quando este passar, lave, seque a parte tingida e confira você mesma. Mas não confunda o teste da madeixa com fazer madeixas: para fazer madeixas e/ou reflexos, é necessário o trabalho e o conhecimento de um profissional, pois em casa o resultado pode ser um cabelo manchado e com uma cor não desejada.

Se tem tempo, porque não tratar do cabelo em  casa?

Gostou do que viu? Mãos à obra então: a prática exige traje obrigatório, como roupas velhas e confortáveis, que possam ser manchadas, uma toalha para envolver os ombros, e, claro, as luvas, elementos imprescindíveis. Anote aí também as outras precauções: se usa produtos de modelagem, como gel, mousse, silicone, spray ou outros, lave os cabelos 24 horas antes da aplicação, que deve ocorrer com os cabelos secos.

Agora vamos para a pintura: primeiro, prepare o produto de acordo com o folheto explicativo que vem dentro da caixa, que comporta a coloração na medida certa para uma aplicação – use duas se os seus cabelos forem muito longos ou volumosos – e o creme de finalização. Antes de começar as pinceladas capilares, saiba que essas tintas se limitam unicamente aos pêlos que estão plantados na nossa cabeça. Não aconselhamos colorir sobrancelhas com produtos para cabelos. Existem tinturas específicas para esse fim. Depois, divida os cabelos em várias madeixas largas. Isso agiliza a aplicação e garante a distribuição correcta do produto por todo o cabelo.

Feito isso, massaje o cabelo delicadamente e com cuidado para não retirar a tinta. Por este motivo, não penteie, prenda, ou use toucas nessa altura. Os fios podem ficar manchados nas áreas abafadas ou onde a tinta foi retirada pela acção de pentes ou presilhas. Agora, só resta esperar o produto agir dentro do tempo estipulado pelo fabricante. Porém, todo o cuidado é pouco: o intervalo menor poderá comprometer o clareamento ou a fixação da tinta, que desbotará mais rapidamente. Um tempo superior poderá sobrecarregar os fios de corantes e manchar os cabelos.

Se tem tempo, porque não tratar do cabelo em  casa?

Provavelmente já não aguenta mais tanta ansiedade para ver como ficou, não é? Então, passado o intervalo recomendado, água nas madeixas! Sem usar champô, lave até a tinta ser completamente removida e, com os cabelos ainda húmidos, passe o creme de tratamento. E agora? Já se sente uma nova mulher? Que bom, era esse o propósito! Por outro lado, se o resultado não agradou, ficar de cabelo em pé não representa a melhor saída.

Bem, a solução é fácil: é necessário procurar o auxílio de um profissional. Além disso, sempre aconselhamos escolher uma cor mais clara do que a que se está imaginando. Assim, se a impressão for má, basta reaplicar uma cor mais escura. Ficando muito escuro, o remédio é esperar a cor desaparecer.

E se adorou essa sua nova fase e já está pensando na hora do retoque, nós adiantamos para si: inicie pela parte posterior da cabeça, próxima à nuca, área na qual os cabelos também costumam apresentar maior dificuldade de fixação da coloração. Caso a finalidade seja cobrir os cabelos brancos, o melhor é começar pela área onde eles se encontram em maior quantidade.

Cabelos bonitos merecem dedicação, especialmente quando tingidos. Anotou tudo direitinho? É só seguir as instruções, não tem como errar! Tinta neles e arrase!
Com estas ideias, economiza tempo e dinheiro e ainda garante muitos elogios. Acredite: é verdade.

Sem comentários ainda

Comentários estão encerrados