Unem-se todas as modelos contra Donald Trump?

Unem-se todas as modelos contra Donald Trump?

Parece que tudo o que rodeia Donald Trump se torna controverso. Mas é que tudo aquilo que ataca volta-se contra ele. Primeiro foram os média americanos e toda a indústria de Hollywood. Mas com ele cada dia é uma novidade e hoje é a vez dos modelos. Desde a omnipresente Cara Delevingne até (ainda mais grave) à Trump Model Management, a agência de modelos do presidente. Todos lhe dão para trás, incluindo alguns comentários de rejeição.

 

As últimas notícias dizem que a agência de modelos Trump está a encerrar as portas. No inicio com alguns rumores de e-mails filtrados, mas agora a própria Organização Trump confirmou que o negócio “está a ponderar a saída da indústria da moda”. Isto inclui a sua agência para representar modelos e ainda a Miss Universo.

Tudo começou durante a Semana de Moda de Nova York, quando muitos designers e empresas decidiram deixar de contratar modelos da agência Trump. Isto significou que muitos deles deixaram a empresa em busca de uma agência nova e menos controversa. A isso somou-se o facto de que o gerente Gabriel Ruas Santos Rocha decidiu deixar a empresa para abrir a sua própria, levando metade da carteira de modelos com ele.

Unem-se todas as modelos contra Donald Trump?

“Como mulher, mãe, americana e ser humano, não posso levantar-me uma quarta-feira de manhã sendo o último resquício ligado à marca Trump, ganha ou perca. Devo a mim mesma e aos meus filhos dizer o que penso e acredito. E isso é um mundo em que Donald Trump não tem voz para o futuro da nação”, afirma Maggie Rizer, uma das primeiras modelos a deixar a empresa.

Maggie não é o único modelo que tem algo a dizer ao presidente dos Estados Unidos. Outro grande rosto da indústria, Cara Delevingne, também foi incapaz de permanecer em silêncio. E  é que, entre todas as empresas de Donald Trump, a sua marca de roupa continua a existir. Com muitas perdas e prestes a “explodir”, mas ainda de pé. E como bem disse a modelo e actriz britânica, o facto de que a roupa seja Made in México colide com a política da sua campanha, que se concentra na produção americana. “A sério?” pergunta Cara no seu Instagram, revelando a hipocrisia de Donald Trump.

Really…?!?!

Uma publicação partilhada por Cara Delevingne (@caradelevingne) a

Sem comentários ainda

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será divulgado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.