De onde vem o mau hálito?

De onde vem o mau hálito?

O mau hálito vem do estômago… Muitos já ouviram esta afirmação vinda inclusive de médicos e dentistas, por vezes de profissionais muito conceituados.

Talvez este seja o maior mito na área da saúde na actualidade, embora cada vez mais profissionais e mesmo o público leigo já reconheça a boca como a principal origem da halitose cronica.

Esta crença originou-se principalmente pela halitose decorrente da ingestão de alimentos que alteram o hálito e devido ao jejum prolongado que também provoca o aparecimento do mau hálito. Entretanto, nestes casos, a alteração do hálito ocorre através do ar expirado pelos pulmões, devido aos componentes mal cheirosos presentes nos alimentos que provocam mau hálito e pela hipoglicemia (nível baixo de açúcar no sangue, que provoca a halitose). Estas alterações são passageiras e não são consideradas halitose cronica.

É importante recordar que quando respiramos, o ar vem dos nossos pulmões e não do nosso estômago.

Assim, a situação na qual o ar pode vir de dentro do estômago com um odor alterado, é no caso de uma eructação gástrica (arroto), ou ainda, em casos de um refluxo gastro esofágico, onde o odor do hálito também pode ficar temporariamente alterado.

Entretanto, em ambos os casos, o odor do hálito vindo do estômago será ácido e não o característico odor de enxofre presente na halitose cronica. Desta forma, o odor vindo do estômago nestes casos não é considerado mau hálito e sim uma alteração breve e passageira do hálito.

De onde vem o mau hálito?

O que causa o mau hálito?

A halitose, ou mau hálito, surge por vários factores e, geralmente, começa na boca. A má higiene bucal permite que partículas de alimentos se acumulem na superfície da língua, entre os dentes ou no tecido gengival que circunda os dentes. As bactérias que existem naturalmente na boca quebram essas partículas de alimentos, libertando substâncias químicas com forte odor.

A saliva remove as partículas alimentares da boca. Pessoas que têm a boca seca apresentam um risco maior de ter mau hálito. Algumas medicações, a respiração bucal e o tabagismo contribuem para ter boca seca.

Infecções na boca, como a cárie dentária, doença periodontal ou feridas da boca relacionadas a outros problemas podem contribuir para o mau hálito. Feridas cirúrgicas (por exemplo, após extração de dentes) também podem ser fonte de halitose.

A melhor arma que temos para combater o mau hálito é a higiene bucal. Os cuidados com a nossa boca ajudarão a limitar o acumular de resíduos alimentares e placa e reduzirão o risco de desenvolvimento de cárie e doença periodontal.

Sem comentários ainda

Comentários estão encerrados