Verdades e mentiras sobre o esperma

Verdades e mentiras sobre o esperma

Dentro do “mundo da sexualidade” existem muitíssimos mitos e verdades. Em relação ao sémen, por exemplo, o facto de engolir, irritar a garganta ou fazer bem à pele estão entre as inúmeras dúvidas que rondam a cabeça de muitos homens e mulheres.

Para se ter uma ideia, nos últimos anos algumas mulheres têm-se tornado adeptas da “sementerapia”: prática onde usam a ingestão do sémen como forma de medicina alternativa. Muitos médicos condenam a prática, outros apoiam afirmando que a ingestão do esperma traz benefícios à saúde.

Ficaste curiosa para saber mais sobre outros possíveis efeitos do esperma – e se são reais ou não? Então confere alguns dos maiores mitos e verdades sobre o sémen que costumamos ouvir por aí.

É TÓXICO SE ENGOLIDO?
FALSO. O sémen não contém nenhum agente que possa ser prejudicial para a saúde. Pelo contrário, engolir esperma é considerado altamente nutritivo por alguns médicos, já que é constituído de ácido ascórbico cítrico e táctico, fructose, potássio, magnésio, zinco e vitaminas B12, E e C, e sua deglutição faz muito bem à saúde. Entretanto, não o devemos (óbvio) considerar como um alimento.

O SÉMEN É BOM PARA A PELE
VERDADE. É verdade que este fluído é bom para a saúde da pele, fazendo com que ela fique mais hidratada e nutrida. Na verdade, existem alguns produtos cosméticos que usam o sémen como componente, mas, a sua presença no mercado é muito baixa. O motivo de ser bom para a pele é que conta com alguns minerais como o sódio, cálcio, zinco, fósforo ou potássio que podem ajudar a melhorar a saúde da pele conferindo nutrientes interessantes. Além disso, o sémen é rico em proteínas com propriedades antioxidantes e restringentes que fazem com que a cútis fique muito mais protegida com o passar do tempo, combatendo os radicais livres.

QUANDO INGERIDO, IRRITA A GARGANTA
VERDADE. Isso acontece porque se aloja durante um tempo (embora curto) na garganta. Afinal, teoricamente, ele deveria-se alojar no óvulo da mulher e não numa garganta.

DSTS PODEM SER TRANSMITIDAS PELO ESPERMA
VERDADE. Parece óbvio, mas ainda há mulheres (e homens) que têm dúvidas: HIV, clamídia, gonorreia, herpes, HPV, entre outros tipos de doenças sexualmente transmissíveis, são passadas através do contacto com fluídos corporais.

Verdades e mentiras sobre o esperma

O ESPERMA É SUJO
FALSO. Muitas pessoas, principalmente algumas mulheres, pensam que o esperma pode conter sujidade ou vestígios de urina, devido à proximidade do canal urológico. Apesar de tanto a urina quanto o esperma saírem pelo mesmo lugar, não contêm impurezas que possam fazer mal à saúde.

A MULHER PODE ENGRAVIDAR SE ENGOLIR ESPERMA
FALSO. Não há o menor risco de uma mulher engravidar caso engula sémen. O que entra na boca segue directo para o estômago, logo, não há maneira de um feto ser gerado aí.

ESPERMA SABE MAL
DEPENDE. Se a mulher reclama que o esperma sabe mal, é melhor o homem rever a sua alimentação. Isto porque o gosto do esperma varia de acordo com a alimentação (boa ou má) do homem.

SÉMEN ENGORDA
FALSO. O sémen não engorda porque a quantidade de calorias que se ingere com uma ejaculação é tão pequena que nem sequer faz diferença ao organismo. Menos de 1 caloria é o que confere o sémen e, dependendo da quantidade que o homem ejacule, este dado pode variar e ser muito menor. Portanto, deixamos-te aqui o aviso: sémen não engorda.

Sem comentários ainda

Comentários estão encerrados